Tolerância zero contra o crime? 40 câmeras, em fase de testes, farão o monitoramento do centro da cidade.

Alta tecnologia do Guardiões da Cidade contribuirá no combate à criminalidade

O programa Guardiões da Cidade, que já está em fase de testes tem como objetivo exercer papel relevante no combate à criminalidade do município.

“Entendemos que um dos caminhos a ser trilhado para o combate da criminalidade é a utilização de alta tecnologia, aliada a treinamento e capacitação de agentes, que trarão positivos resultados ao município. Manteremos o empenho neste projeto de alta tecnologia, que representa um avanço na execução dessa importante pauta”, destacou o prefeito Duarte Nogueira.

Guardiões da Cidade

Substituirá as 24 antigas câmeras do programa Olhos de Águia, defasadas tecnologicamente, e contemplará outros 16 novos equipamentos, totalizando 40 câmeras para o monitoramento de pontos estratégicos no quadrilátero central.

Os equipamentos serão integrados ao programa Detecta, software de monitoramento inteligente desenvolvido pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo. As câmeras geram dados dos eventos para encaminhamento ao Detecta, que integrará bancos de dados da Polícia Militar, como os registros de ocorrências, Fotocrim (banco de dados de criminosos com arquivo fotográfico), cadastro de pessoas procuradas e desaparecidas, dados do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), registro de veículos furtados, roubados e clonados.

O sistema é capaz de detectar e alertar os órgãos de segurança em questão de segundos sobre veículos suspeitos de roubo ou furto e até mesmo aqueles envolvidos em outras ocorrências de interesse de segurança, facilitando a atuação no intuito de proteger o cidadão ribeirão-pretano.

Nenhuma postagem para exibir