Para evitar mortes durante apagão, enfermeiros da Santa Casa fazem ventilação manual por quatro horas em pacientes

Neste período, que durou aproximadamente quatro horas, os enfermeiros precisaram manter a respiração dos pacientes intubados de forma manual

Paciente em leito destinado para o tratamento da Covid-19 - Foto: Bruno Cecim/Ag.Pará

A Santa Casa de Ribeirão Preto ficou sem energia por aproximadamente quatro horas, na madrugada deste domingo (4), após uma pane no sistema elétrico do hospital. Neste período de escassez de eletricidade, os enfermeiros, segundo relato de uma funcionária que preferiu não ser identificada, precisaram manter a respiração dos pacientes intubados de forma manual, após o gerador falhar. 

No mesmo espaço de tempo um paciente internado por Covid-19 faleceu, mas o hospital informou que a causa da morte não tem relação com a pane no sistema de energia. 

“Cada enfermeira ficou com um paciente para eles não morrerem. Foi triste, doloroso. Uma noite que eu não vou esquecer nunca mais, ver que aquelas pessoas precisavam de ajuda”, disse.

Em nota, o hospital afirmou que “Houve uma pane no sistema elétrico na madrugada, mas nossas equipes resolveram. O problema não afetou todo o hospital. Ainda estamos verificando o que teria motivado essa falha. Não houve nenhum óbito em decorrência do incidente”.

A causa da queda de energia não foi informada, e o caso deve ser apurado. 

Nenhuma postagem para exibir