Ribeirão sedia Miss Universo São Paulo e evento tem transmissão do Grupo Thathi de Comunicação

Esta será a primeira vez que o concurso vai acontecer fora da capital; Ao todo, 19 candidatas disputarão o título de mulher mais bonita do estado de São Paulo

Miss Universo São Paulo Foto: Divulgação

Ribeirão Preto vai sediar, no dia 2 de outubro, o Miss Universo São Paulo. O evento, que é transmitido para 196 países, contará com cobertura do Grupo Thathi de Comunicação, na TV pelos canais 22 e 522 da Claro TV e 32.1 da TV aberta, além da multiplataforma, rádios e redes sociais, a partir das 22h.

“O Grupo Thathi investiu no evento e irá fazer toda a cobertura. Isso mostra que investir no entretenimento e em eventos que sejam importantes para nossa cidade e região está no DNA da Thathi”, afirma Tanielson Campos, diretor-geral do Grupo Thathi em Ribeirão. 

Esta será a primeira vez que o concurso vai acontecer fora da capital. Ao todo, 19 candidatas disputarão o título de mulher mais bonita do estado de São Paulo. Elas são das cidades de: Jundiaí, Jarinu, Campo Limpo Paulista, Várzea Paulista, Cajamar, Franca, Ribeirão Preto, Cravinhos, Santa Rita do Passa Quatro, Limeira, Franco da Rocha, Guarulhos, Ibirá, Jaú, Ilha Bela, Santo André, Cotia, Araraquara, São Carlos.

Por conta da pandemia, o evento será somente por transmissão direta da Casa Boulevard Pallagourmet.

A vencedora dessa etapa disputará, em 7 de novembro, o Miss Universo Brasil que será realizado em alto mar. Caso obtenham sucesso também na etapa nacional, o próximo passo será o Miss Universo, em Eliat, Israel.

O concurso

Na primeira etapa as candidatas serão avaliadas, preliminarmente, por um júri técnico um dia antes da final. Nesse momento, ou seja, em 1º de outubro, serão escolhidas as finalistas que avançarão para a próxima fase.

Na grande final, as 19 candidatas usarão quatro trajes, sendo roupa de abertura, biquíni, maiô e de gala. Entre as novidades no palco, serão as cores dos vestidos de gala, que seguirão a paleta da bandeira do estado de São Paulo. A coroa por hora, é surpresa, mas será confeccionada e tem toda uma história que envolve esse grande símbolo.

Precaução na pandemia

Primeira vez que o Miss Universo São Paulo será realizado fora da capital, o concurso vem no momento da retomada dos eventos no estado. O formato vem numa versão mais compacta, atendendo aos protocolos da Organização Mundial da Saúde (OMS), e por conta disso, até o número de candidatas será menor, todas condicionadas à entrega de um exame de Covid-19 na chegada em Ribeirão Preto, dias antes do evento, feito dentro das últimas 48 horas. A equipe estará aferindo temperaturas antes dos compromissos das candidatas e o uso de máscara é obrigatório, sendo dispensado somente em momentos de fotos e gravações, além do desfile no palco.

“O retorno do Miss Universo São Paulo será seguindo todos os protocolos de saúde e, por isso, optamos pela transmissão para que todos possam assistir a esse grande espetáculo com toda a segurança direto das suas casas”, explica Adriana de Moura Ramos, uma das organizadoras do evento.

Nenhuma postagem para exibir