Projeto oferece atividade física à população em situação de rua

A atividade será desenvolvida uma vez por semana pela Secretaria de Assistência Social

Moradores de rua fazem atividade física - Foto: Divulgação
Continua depois da publicidade

Oferecer às pessoas em situação de rua uma oportunidade de cuidar da saúde e permitir, através da educação física, o desenvolvimento das potencialidades. Com esses objetivos, o Centro de Referência Especializado para Atendimento à População em Situação de Rua (Centro Pop), da Secretaria da Assistência Social (Semas), iniciou uma ação pioneira com os usuários do local através de oficinas de atividades físicas.

A meta é fomentar, durante as atividades, a interação entre os cidadãos, desenvolver a consciência corporal, a coletividade e a internalização de regras, além de possibilitar um cuidado mais aprimorado com a saúde, entre outros benefícios.

A ação acontecerá uma vez por semana, segundo Laura Aguiar, diretora do Departamento de Proteção Especial da Semas. “A atividade física será um mecanismo facilitador para desenvolver potencialidades individual e grupal do cidadão atendido pela equipe do Centro POP. O projeto se estenderá para os Centros Dia do Idoso e Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo, que neste momento está suspenso devido à pandemia.”

Renata Corrêa Gregoldo, secretaria municipal de Assistência Social, acredita que ações como esta podem despertar e resgatar a autoestima. “Todos sabemos a importância da atividade física, nós acreditamos que este tipo de ação pode trazer benefícios em todas as áreas. Resgatar o sentimento de pertencimento, de responsabilidade, restaurar a autoestima e porque não, acreditar que o esporte pode ser um caminho para abandonar de uma vez por todas as ruas”, finaliza.

Nenhuma postagem para exibir