Prefeito de Ribeirão afirma, em entrevista, mudanças que acontecerão até o final de 2022

Na entrevista, o prefeito respondeu perguntas dos entrevistadores e da população

Imagem da entrevista concedida ao programa "Mentoria"

Na última segunda-feira (04), o programa Mentoria Ribeirão, apresentado por Chaim Zaher, entrevistou o prefeito de Ribeirão, Antônio Duarte Nogueira. Na entrevista, o prefeito respondeu perguntas dos entrevistadores e da população.

Ao ser questionado por Chaim sobre o acréscimo da tarifa de ônibus, o prefeito negou sobre o aumento e ainda afirmou a troca completa das frotas de ônibus da cidade.

“Não vai ter aumento de tarifa este ano, a passagem vai continuar a cinco reais. Quero começar ainda este ano a substituição de todas as frotas de ônibus da cidade. Com a suspensão de ar, todas elas 100% com ar condicionado, wi-fi, e entradas USB para carregar o celular”, afirma o prefeito.

Durante o programa, a população participou mandando mensagens pelo WhatsApp e depoimentos gravados. Uma telespectadora questionou Nogueira sobre projetos para melhorar a situação das pessoas que estão em situação de rua, que ficam em torno da rodoviária da cidade.

“Essa questão do problema das pessoas em situação de rua é bastante complexa e de difícil solução. Um problema que envolve comportamentos psicossociais, doenças mentais, drogadições, carências, empobrecimentos, é uma soma de coisas ruins. O que a Secretaria de Assistência Social tem feito é um aumento no investimento nas nossas comunidades terapêuticas para aqueles que precisam ser tratados por drogadições, aumentamos os investimentos em atendimentos assistenciais. E estamos trabalhando para dentro daquilo que está a nossa disposição” explica Nogueira.

Algumas outras mudanças irão acontecer durante o mandato de Duarte, uma delas é o Lar Santana que, a partir de agora, será a Secretaria da Educação.

“São vários investimentos que vamos fazer. Um deles é a reforma e ocupação do Lar Santana, vamos levar ao imóvel a Secretaria da Educação e algumas outras estruturas para poder dar uma finalidade nobre e manter o imóvel pela história que tem na nossa cidade”, conclui o prefeito.

Finalizando a entrevista, ele disse que não irá aumentar a carga tributária, enquanto estiver no mandato.

“Durante esses cinco anos e meio da minha gestão, eu nunca mexi na planta genérica de valores, nunca mudei as alíquotas do IPTU, não adulterei o ITBI, não corrompi o ISS e vou terminar meu mandato no final de 2024 sem nenhuma mudança na carga tributária de nossa cidade”, enfatiza.

Nenhuma postagem para exibir