Não é o momento para reforma da Maria Fumaça, diz presidente do Ribeirão Bureau

Reforma gera polêmica devido a verba pública ser destinado ao projeto em período de pandemia

“Não é o momento” diz Márcio Santiago, presidente do Instituto Bureau, sobre a ação da prefeitura perante a licitação aberta para o restauro da locomotiva instalada na Praça Schimdt, no Centro de Ribeirão Preto. O valor estimado para a reforma é de R$ 800 mil.

Desde 2017, o Instituto havia conseguido os recursos a fundo perdido para fazer as reformas nas locomotivas da Praça Schimdt, Mogiana e também na estação barracão. Naquela época a prefeitura não demonstrou interesse sob alegação de que iriam buscar por recursos privados.

Márcio Santiago, presidente do Instituto Bureau.

“Agora o contribuinte vai assumir mais uma conta, tendo de pagar uma despesa em um momento inoportuno, diante uma pandemia que está assolando o país. Agora vem essa novidade de fazer um empréstimo, onde o contribuinte vai ter que pagar. Isso é totalmente inadequado, fora do time” disse Márcio em entrevista concedida ao Grupo Thathi.

Segundo Márcio, os recursos a fundo perdido não iriam ter custo nenhum para a prefeitura e para o munícipe, e agora em um momento delicado, a prefeitura pede por um empréstimo para a reforma da máquina.

“É claro que todos nós lutamos por isso há muito tempo, pela preservação do patrimônio histórico, não só da Maria Fumaça, mas como do Museu do Café, do Parque Permanente de Exposições e muito mais. Mas a situação que poderiam ter enfrentado desde o começo do governo, foram deixadas para o final do momento, principalmente agora por todos estarem focados na pandemia.”.

Licitação

No começo do mês de maio a prefeitura de Ribeirão Preto abriu uma licitação no valor de R$ 800 mil para o restauro da locomotiva instalada na Praça Schimdt, no Centro da cidade.

O dinheiro para a restauração é proveniente de crédito concedido pelo Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa) da Caixa Econômica Federal. De acordo com a licitação, a entrega das propostas das empresas interessadas será até o dia 29 de maio.

A empresa vencedora da licitação terá que retirar a locomotiva da praça em um veículo apropriado e levar até o espaço para realizar o restauro.

Confira abaixo a matéria completa no programa Thathi Repórter.