Mulher de 26 anos é atropelada pelo ex-marido durante tentativa de feminicídio em Pitangueiras

Segundo informações, a vítima já havia conseguido a medida protetiva na Justiça, mas o homem a perseguia desde o término do relacionamento

Caroline Neves - foto: Arquivo pessoal
Continua depois da publicidade

Uma mulher de 26 anos, identificada como Caroline Neves, foi atropelada, na madrugada desta quinta-feira (17), pelo ex-marido durante uma tentativa de feminicídio na cidade de Pitangueiras, localizada na Região Metropolitana de Ribeirão Preto.

Segundo informações, a vítima havia terminado o relacionamento há dois meses, e a família afirma que o ex, identificado como Diego Talarico, perseguia a vendedora por não aceitar o término da relação, mesmo com Caroline conseguindo medida protetiva na Justiça.

Tentativa de feminicídio

Na quinta-feira (17), Diego jogou o carro contra Caroline no momento em que a mesma voltava de um passeio com a irmã e a prima. A vítima foi prensada na parede, e, no momento em que o homem deu ré para atingi-la novamente, o veículo afogou e a vítima conseguiu fugir.

“Minha outra filha e minha sobrinha que estavam junto entraram dentro de casa gritando. Aí ele desceu do carro, o empurrou pela avenida e fugiu. Ele acabou com a perna dela. Ela levou vários pontos”, afirmou a mãe em entrevista ao G1.

Caroline está internada na Santa Casa de Pitangueiras, e deve receber alta médica em breve. “O médico disse que ela teve muita sorte. Se o carro não tivesse afogado, ele teria matado ela”, continuou a mãe.

Medida protetiva

De acordo com informações da Polícia Civil, o casal viveu junto por 13 anos, mas estavam separados há dois meses, e o fim da relação foi justificado pelas agressões.

Após o término do relacionamento, Caroline passou a receber diversas ameaças de morte. A vítima chegou a registrar um Boletim de Ocorrência, e conseguiu a medida protetiva contra o sujeito.

Diego Talarico, de 30 anos, fugiu após o crime, e teve a prisão preventiva decretada pela Polícia Civil de Pitangueiras, que investiga o caso.

Nenhuma postagem para exibir