Ministério Público divulga redução de 85% em furtos e vandalismo nas escolas municipais

Dados são referentes ao segundo semestre deste ano, quando cinco casos foram registrados; nos últimos dois meses, o número chegou a zero

Foto: Reprodução Grupo Thathi

O Ministério Público (MP) divulgou na manhã desta quinta-feira (5) a redução de 85% nos casos de furtos e vandalismo nas escolas da rede municipal de ensino de Ribeirão Preto. De junho a novembro deste ano, apenas cinco casos foram registrados, em comparação aos 32 do primeiro semestre. Nos meses de outubro e novembro, nenhuma ocorrência foi registrada. Em comparação a 2018, quando ocorreram 49 casos, a queda foi de 25%.

Os números são resultados de uma ação integrada realizada pela Guarda Civil Metropolitana (GCM), Polícia Militar (PM) e a Secretaria da Educação, coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Educação (GEDUC) do MP e iniciada no último mês de julho.

“O MP tem acompanhado de perto a situação das escolas municipais e, por isso, solicitou a integração de todos esses serviços. O que se observou nesse período de seis meses é que tanto a PM quanto a GCM e a Secretaria adotaram medidas em ação conjunta que resultaram em uma redução significativa e decrescente desses índices de criminalidade”, afirmou o promotor de Justiça, Naul Felca.

De acordo com o secretário Felipe Elias Miguel, foram identificadas as unidades com maior ocorrência, assim como horários e áreas mais atingidas. Com isso, a GCM e a PM intensificaram as rondas e policiamento nos locais de maior vulnerabilidade.

“Os órgãos de segurança do município identificaram outras formas de trabalho nessas escolas municipais, garantindo um resultado que diminui os transtornos para as famílias e para os alunos devido aos dias que ficavam sem aula após as ocorrências. Também fizemos obras nas unidades com o objetivo de eliminar os pontos de maior índice, evitando cabos e pontos de entrada de energia expostos, por exemplo”, afirmou.

Para 2020, a pasta planeja investir cerca de R$ 3 milhões na instalação de câmeras de vigilância nas 108 unidades de ensino do município. “Elas estarão ligadas à GCM, à PM, a uma empresa que será responsável pelo monitoramento e à Secretaria, garantindo diversos caminhos para fazer o atendimento em qualquer ocorrência”, concluiu Miguel.

Patrulhamento intensivo nas férias escolares

Durante o período de férias escolares, serão intensificadas as rondas nas escolas pela GCM, assim como o policiamento realizado pela PM, reforçando a ação nos locais de maior ocorrência e mantendo o monitoramento diuturnamente. Os órgãos solicitam aos moradores que, em casos de suspeita, comuniquem a Guarda Civil pelo 153 ou a Polícia Militar por meio do 190.

Nenhuma postagem para exibir