Ipem lacra bomba em posto de combustível ao lado da Catedral

Multa pode chegar a R$ 1,5 milhão; segundo instituição, consumidor recebia 6% menos combustível

Posto de combustível teve bomba lacrada - Foto: Redes Sociais

O Instituto de Pesos e Medidas (Ipem) lacrou, na manhã desta sexta-feira (10), uma bomba de um posto de combustíveis que fica ao lado da Catedral, no Centro de Ribeirão Preto. Se confirmada, a fraude pode gerar uma multa de até R$ 1,5 milhão.

A operação foi acompanhada pela Polícia Militar. As equipes foram ao local, que fica entre as ruas Florêncio de Abreu e Visconde de Inhaúma, depois de uma denúncia anônima. Segundo a informação, havia a irregularidade onde o combustível colocado nos veículos era menor que o marcado na bomba.

De acordo com o constatado, a cada 20 litros, apenas 18,3 litros efetivamente iam para os tanques. “A fiscalização comprovou que os quatro bicos da bomba estavam irregulares”, disse o delegado regional do Ipem, Luiz Eduardo Galdeano. Segundo ele, a diferença representava 6% do combustível colocado.

Perícia

A placa das bombas foram retiradas e devem ser encaminhadas para a perícia, na capital bandeirante. O posto deve permanecer lacrado até o fim das investigações, mas as lojas presentes no local seguem abertas normalmente.  

A reportagem do Grupo Thathi não conseguiu contato com responsáveis pelo posto de gasolina. Em entrevista a outros veículos de comunicação da cidade, um porta-voz afirmou que o posto iria acompanhar as investigações.