Homem bêbado bate de frente com Uber e mata idoso na região

Embriaguez foi constatada por teste do bafômetro; homem responderá por homicídio culposo

Acidente em Franca deixou um morto; no destaque, a vítima - Foto: Portal O Mago
Continua depois da publicidade

Um motorista foi preso em flagrante, na madrugada de sábado (2), por dirigir embriagado depois de um acidente que deixou um homem morto e três pessoas feridas na rodovia Tancredo Neves, que liga Franca a Claraval (MG).

Segundo a Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, dois veículos colidiram frontalmente. Um dos carros era um Siena, dirigido por um motorista de Uber, que tinha três passageiros e, no outro carro, um gol, apenas o motorista.

Quem morreu foi um dos passageiros do Uber, identificado como Luís Flávio Fernandes, de 63 anos, que chegou a ser socorrido mas não resistiu. Além dele, uma mulher de 69 anos, também passageira, e os dois motoristas dos carros, tiveram ferimentos.

A mulher, em estado mais grave, foi levada à Santa Casa de Franca e os motoristas ao Pronto Socorro “Álvaro Azzuz”, também na terra das três colinas.

Bêbado

A PM informou ainda que o motorista do Gol, Edson Fernando da Silva, de 41 anos, estava embriagado. Ele passou pelo teste do bafômetro, que demonstrou a presença de 0,57 mg de álcool por litro de ar, sendo constatada a embriaguez.

Ele foi preso no local e levado para atendimento médico. O motorista foi indiciado por homicídio culposo e por embriaguez ao volante. O caso foi registrado no Plantão Policial de Franca e será investigado.

Uber

Em nota, o Uber informou que não foi possível verificar o caso relatado pelo Portal Thathi porque não foi fornecido à empresa qualquer informação sobre o veículo ou os indivíduos que permitissem identificá-los para verificar se a ocorrência mencionada se deu em viagem com o aplicativo da Uber.

“De qualquer forma, a Uber se coloca à disposição para colaborar com autoridades no curso das investigações. Todas as viagens são registradas por GPS. Isso permite que, em caso de necessidade, nossa equipe especializada possa dar suporte às autoridades, sabendo quem foi o motorista parceiro e o usuário, seus históricos e qual o trajeto realizado, além de acionar seguro que cobre despesas médicas em caso de incidentes”, disse a empresa .

Nenhuma postagem para exibir