Greve dos motoristas continua pelo segundo dia em Ribeirão Preto

Segundo o presidente do Sindicato, paralisação deve continuar até que salários em atraso sejam pagos

Foto: Murilo Badessa.

Sem acordo para resolução, a greve dos motoristas de ônibus de Ribeirão Preto continua nesta terça-feira (25). A paralisação começou devido ao atraso no pagamento do vale dos funcionários e também pela vacinação contra a Covid-19, que agora já tem data para ocorrer. 

Na manhã desta terça-feira, o presidente do Sindicato de Motoristas, João Henrique Bueno, afirmou que o atraso no pagamento ainda não foi resolvido e que por isso a greve vai continuar. Em nota, o Consórcio PróUrbano, que gerencia o transporte público em Ribeirão Preto, afirmou que tentou negociar com o sindicato para adiantar o pagamento para o próximo quinto dia útil, porém a proposta foi rejeitada. 

Segundo Bueno, a proposta da PróUrbano foi votada e recusada pelos trabalhadores, “que decidiram permanecer parados até que seja efetuado o pagamento. Portanto tudo permanece como está”. Ele contou ainda que desde então não houve nenhuma outra tentativa de negociação. “Estamos sem novidade nenhuma, as empresas não ofereceram nada, não chamaram para uma tentativa de acordo e nem fizeram uma nova proposta. Tudo continua como está. Nós estamos aqui aguardando. Efetuando o pagamento a gente volta a trabalhar”.

Para a PróUrbano, a iniciativa dos motoristas é considerada ilegal, pois não foi “comunicada com 72 horas de antecedência”. Nesta segunda-feira, o vice-presidente do Sindicato de Motoristas, Alcides Lopes, afirmou que a greve já era pensada desde o início da pandemia da Covid-19,“devido aos atrasos de diversas coisas, que agora culminou com o atraso do vale e também das vacinas. Os trabalhadores estão cansados”, disse.

Pensamento compartilhado pelo prefeito Duarte Nogueira, que durante a live para atualização das medidas de restrição na cidade, afirmou que a paralisação “foi uma decisão precipitada, inadequada e ilegal, que prejudicou a população de Ribeirão Preto sem necessidade”.

Conquistas

Aprovada no dia 18 de maio pelo governo do estado, a vacinação dos motoristas do transporte público de Ribeirão Preto ganhou uma data para ocorrer. Nesta terça-feira, a Secretaria da Saúde abriu o agendamento para que os profissionais pudessem fazer o cadastro para a vacinação, que vai começar nesta quarta-feira (6).

O presidente do Sindicato dos Motoristas, João Henrique Bueno, afirmou que fica feliz com a resolução do problema, “apesar da inércia da Prefeitura em buscar a vacina para os motoristas de Ribeirão Preto”.

Nenhuma postagem para exibir