Dois estabelecimentos são multados e outros cinco autuados durante o final de semana em Ribeirão

Força-tarefa fiscalizou pelo menos 15 bares, lanchonetes e restaurantes na sexta-feira (9) e no sábado (10)

Foto: Mark Angelo / Pexels

A força-tarefa da Vigilância Sanitária, em parceria com a Guarda Civil Metropolitana (GCM), multou dois  estabelecimentos e autuou outros cinco que foram flagrados desrespeitando as medidas de contenção à Covid19, entre sexta-feira (4) e sábado (5), em Ribeirão Preto. 

De acordo com o levantamento, divulgado pela prefeitura nesta segunda-feira (12), pelo menos 15 bares, lanchonetes e restaurantes foram fiscalizados durante o final de semana. Veja abaixo: 

Sexta Feira (09/07)

  • Hous Drinkeria, Avenida Nove de Julho, Centro – autuado por não manter distanciamento entre as pessoas
  • Bar do Nikin, rua Abílio Sampaio, Vila Virgínia – funcionando fora do horário permitido
  • Boteco Brasukas,  rua Rui Barbosa, Centro – apenas orientação
  • Circa, rua Conde Afonso Celso, Jardim Sumaré – apenas orientação
  • Tatu Bola, avenida Itatiaia, Jardim Sumaré – apenas orientação
  • Bar da avenida do Café – multado e autuado
  • Macau lanchonete – autuada e multada
  • Chácaras na avenida Mugnato Marinceck – todas sem irregularidades

Sábado (10/07)

  • Bar do Sócio, rua Cavalheiro Torquato Rizzi, Jardim São Luiz – manter aglomeração
  • On Bar, avenida Senador César Vergueiro, Jardim São Luiz – descumprir a interdição do estabelecimento
  • Bar do Nikin,  rua Abílio Sampaio, Vila Virgínia – notificado por perturbação do sossego
  • Guti Lanches – autuado por descumprir interdição
  • Best Stop,  rua Virgílio de Carvalho Neves Neto, bairro Jardim Palmares,  – notificado por perturbação do sossego
  • Santo Mé Petiscaria, rua Santa Catarina, bairro Sumarezinho – notificado com descumprir horário
  • Espaço Helena – local já estava interditado e fechado no momento da vistoria

Plano SP

A partir de sexta-feira (9) bares e restaurantes passaram a funcionar com maior flexibilidade, desde que respeitem o  horário de fechamento às 23h e a capacidade de 60% de lotação.  

Apesar do movimento, que veio em razão da desaceleração dos indicadores referentes à Covid-19, o estado e, consequentemente, Ribeirão Preto, ainda continuam na fase Emergencial, que está em vigência desde abril.

Nenhuma postagem para exibir