Cães de guarda atacam e matam criança de um ano na região

Ataque foi registrado por circuito de segurança de depósito de gás; Polícia Civil apura se houve negligência do estabelecimento comercial

Foto: Pixabay

Uma criança de 1 ano e três meses morreu, na noite nesta quarta-feira (7), após ter sido atacada por cães em um depósito de gás em Rio Claro. A Polícia Civil investiga a responsabilidade do comércio na morte. A mãe da criança, que mora no local, também ficou ferida.

A família mora em uma casa nos fundos e, de acordo com relato de testemunhas, o empreendimento comercial utiliza quatro cães, sendo três da raça rottweiler e um pastor-alemão, para a segurança do local. Pelo menos dois cachorros atacaram o menor.

A mãe da criança, que tem também uma filha de cinco anos, deixou a casa para atender um cliente no depósito quando foi surpreendida pelos gritos do filho. Ela tentou impedir o ataque do cão e se colocou na frente do animal, sendo mordida também.

Imagens do circuito de segurança mostram que, assim que a mãe deixa a casa, a filha mais velha coloca o irmão para fora da casa e tranca a porta. Na sequência, acontece o ataque dos cachorros.

Investigação

O caso ocorreu por volta das 20h40 e, no momento, havia clientes no local. Após o ataque, alguns dos populares levaram a criança até o Hospital Unimed, onde ela acabou morrendo em decorrência dos ferimentos.

Já a mãe foi atendida na Unidade de Pronto Atendimento da cidade e não corre risco de morte. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Nenhuma postagem para exibir