Bombeiro de 24 anos é encontrado morto depois de festa rave em Araraquara

Corpo estava boiando em represa após evento que reuniu mais de 10 mil pessoas no Clube Naútico; Polícia Civil investiga o caso

Bombeiro morreu em festa realizada no Náutico, em Araraquara - Foto: Redes Sociais

O corpo de um bombeiro civil de 24 anos foi encontrado, na manhã desta segunda-feira (17), em uma represa do Clube Náutico, em Araraquara. O jovem foi ao local no sábado (15) quando participou de uma festa rave que reuniu mais de dez mil pessoas no local. O caso é investigado pela Polícia Civil da cidade.

Segundo as autoridades, trata-se de Renan Mesquita, morador em São Joaquim da Barra. No sábado, por volta de 16h, ele chegou ao local em uma van em companhia de outros moradores de sua cidade. Como a festa durou mais de 48 horas, a ausência dele só foi percebida no domingo, quando o grupo foi embora.

Ao voltarem a São Joaquim, os amigos iniciaram uma campanha, pelas redes sociais, para localizar Renan. O corpo foi encontrado no domingo por um funcionário do Náutico depois do evento e, segundo a polícia, não havia marcas aparentes de ferimentos causados por arma branca ou arma de fogo. A festa havia sido organizada por particulares.

O Corpo de Bombeiros e peritos da Polícia Civil estiveram no local e irão trabalhar para determinar a causa da morte.

Mais mortes

Esta é a segunda morte do ano na represa do Náutico em menos de um mês. Em 3 de janeiro, um rapaz de 33 anos se afogou na mesma represa ao mergulhar e morreu durante festa de confraternização de uma empresa de Araraquara.

Procurado, o Náutico informou que “ lamenta profundamente o acidente ocorrido na sede campestre nas últimas horas, quando um participante da Festa Mandallah veio a óbito”. A instituição informou ainda que acompanhou os trabalhos dos Bombeiros e deu suporte os trabalhos. “O Clube Náutico Araraquara ressalta que está à disposição das autoridades para prestar o apoio necessário”, informou o clube, em nota.

Nenhuma postagem para exibir