Bloco do aeroporto Leite Lopes é arrematado por R$14,3 milhões

O leilão ocorreu em São Paulo, na sede da B3 e quem fez o arremate foi o consórcio Voa NW e Voa SE

Aeroporto Leite Lopes, em Ribeirão Preto - Foto: Grupo Thathi

O lote em que pertencia o aeroporto Leite Lopes foi arrematado, nesta quinta-feira (15), por R$14,3 milhões. O leilão que dá a iniciativa privada o direito de administrar o transporte aéreo de Ribeirão ocorreu em São Paulo, na sede da B3 e quem fez o arremate foi o consórcio Voa NW e Voa SE.

O evento teve início às 14h e contou coma participação do prefeito de Ribeirão Duarte Nogueira (PSDB). Para que se pode pudesse ser feita a concessão os aeroportos foram divididos em dois blocos o Noroeste e o Sudeste ao qual o aeroporto ribeirão-pretano fazia parte.

O vencedor da disputa terá o prazo de 30 anos de administração e deverá fazer investimentos obrigados já na primeira fase que corresponde ao período de quatro anos. Outras modificações ligadas a modernização podem ser cumpridas  no decorrer do contrato.

Mais cedo, Nogueira postou um vídeo em suas redes sociais afirmando já estar no prédio da Bolsa de Valores e que os envelopes da empresas concorrentes já estavam sendo entregues.

Podiam participar da concorrência empresas nacionais ou estrangeiras, consórcios, instituições financeiras e fundos de investimentos. Segundo os gestores do estado o objetivo da medida é diminuir os gatos da máquina pública, além de proporcionar investimento no setor.

Nenhuma postagem para exibir