Bandidos esquecem arma em cena do crime e policial acaba preso por suspeita de participar de assalto em Campinas

Investigação chegou ao oficial após identificar registro de revólver; vítimas reconheceram o homem como um dos seis participantes do roubo

Foto: Lúcio Mendes

Um policial civil de Barretos foi preso por suspeita de ter participado de um roubo a uma residência, no bairro Jardim das Paineiras, em Campinas, no dia 9 de junho. O homem foi detido nesta quinta-feira (17), após agentes encontrarem uma arma que foi esquecida no local do crime que estaria registrada no nome do oficial. 

O homem é suspeito de ter participado do assalto junto a outros cinco criminosos. De acordo com a investigação, o grupo encontrou uma arma de airsoft durante o roubo e acabaram confundindo com o revólver calibre 38, que foi deixado no local. Da residência, onde vivem dois adultos e duas crianças, os bandidos levaram dinheiro, jóias e uma bicicleta avaliada em R$60 mil. 

A polícia chegou até o agente por meio do revólver, que não tinha a numeração raspada e possuía registro em nome do policial. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado  (SSP), o homem ainda foi reconhecido pelas vítimas. 

O policial civil que atuava como fotógrafo do Instituto de Criminalística de Barretos e também trabalhou como agente penitenciário no Complexo Campinas/Hortolândia até 2019. 

Ainda de acordo com a SSP, o caso é investigado pela 2ª Corregedoria Auxiliar de Campinas que segue à procura dos outros suspeitos.

Nenhuma postagem para exibir