Após polêmica, prefeitura de Batatais cancela show de humor no teatro municipal

Grupo Pagode da Ofensa fez vídeos nos quais satirizaram pessoas da cidade; padre que mandou nudes e ex-jogador flagrado em relação homossexual foram citados

A Prefeitura de Batatais decidiu cancelar um show de humor que aconteceria na cidade em 8 de março. A apresentação seria do grupo paulista Pagode da Ofensa, reconhecido nacionalmente pelo seu tom satírico, e aconteceria no Teatro Municipal Fausto Bellini Degani. O motivo, de acordo com a administração, foram vídeos de divulgação nos quais pessoas da cidade são ofendidas pelo humorista Eros Prado, líder do grupo.

Prado divulgou, nas redes sociais, dois vídeos nos quais comenta fatos do cotidiano da cidade. Neles, fala sobre um padre da cidade, que enviou nudes para um outro homem e teve a conversa vazada, e um ex-jogador de futebol que foi pego mantendo relações sexuais com outro homem.

“Tem um rapaz de Batatais, que diz que é todo poderoso, a mulher dele encontrou ele com um negão e agora virou Toninho Nervoso”, canta o humorista, em um dos videos. 

“As peças de divulgação geraram repercussão negativa e envolvem casos que inclusive estão sendo avaliados na justiça”, disse Luciano Dami, secretário da cultura de Batatais. Ele diz ainda que houve muitas reclamações pedindo para que o show fosse cancelado.  

André Toffetti foi um dos idealizadores da nota de repúdio. “Nada contra esse cidadão, pois o seu grupo já tem o título Pagode da Ofensa, que faz zombaria com pessoas para tirar risos de sua plateia. Mas, repudio os ataques, palavras de baixo calão, forma vexatória que expõe nossa cidade”, disse. “Fazer piadas com nossa cidade, isso é lamentável”, disse, nas redes sociais.

Confira os vídeos que foram divulgados: