Após luta contra o câncer, advogada de Franca morre aos 47 anos

Giovana Naldi é autoria de livro sobre os Direitos Humanos; OAB emitiu nota de pesar

A advogada francana Giovana Gonçalves Naldi, autora do livro Direitos Humanos e Institutos Penais, faleceu aos 47 anos, neste sábado (7). A mestre em Direito pela PUC lutava contra um câncer.

Giovana formou-se na Faculdade de Direito de Franca (FDF) em 1997 e desde 1998 atuava na área. Ela escreveu o livro “Direitos humanos e institutos penais: desistência voluntária e arrependimento eficaz”, tese que defendeu em seu mestrado.

A OAB Franca divulgou nota. “É com profundo pesar e consternação que a Diretoria da Subseção comunica o precoce falecimento da colega advogada Dra Giovanna Gonçalves Naldi , que lutava contra um câncer. A OAB Franca remete os seus mais sinceros pêsames aos familiares e amigos da saudosa”, comunicou a entidade, em nota assinada por Acir de Matos Gomes, diretor-presidente da 13ª Subseção de Franca.

O velório aconteceu na sala 09 do Velório São Vicente, no sábado (7), a partir das 12h. O sepultamento ocorreu às 16h no Cemitério da Saudade, em Franca. A Associação dos Servidores do Judiciário do Estado (Ajesp) também divulgou nota lamentando o falecimento.

Fonte: f3 notícias