Ação recolhe 7,5 toneladas de materiais propícios para a Dengue em Ribeirão Preto

Cerca de quatro mil imóveis foram visitados durante a ação realizada na zona norte de Ribeirão Preto

Foto: Divulgação

O Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal da Saúde realizou neste sábado, 6 de fevereiro, um arrastão para eliminar focos do mosquito aedes aegypti, causador da dengue e outras doenças como zika e chikungunya. Foram encontrados 133 focos e recolhidos 7,5 toneladas de material inservível que acumulam água, além de 250 pneus.

“Como as chuvas são mais frequentes e intensas nesse período, realizamos arrastões de forma frequente para eliminar possíveis criadouros do mosquito e, dessa maneira, diminuir a propagação da dengue”, informou a chefe da Divisão, Luiza Marcia Romanholi.

Na ação, foram visitados quatro mil imóveis nos bairros Vila Albertina, Jardim Presidente Dutra E Jardim Rubens Cione, localizados na zona norte da cidade. Cerca de 20 veículos foram utilizados na ação que contou com mais de 120 profissionais, entre agentes de combate a endemias, motoristas, supervisores e ajudantes foram mobilizados no arrastão.

“Continuamos pedimos para que a população remova todo material inservível que acumule água de locais abertos, para que não sejam focos do aedes. A dengue pode ser evitada com a colaboração de todos”, orientou Luzia Marcia.

Nenhuma postagem para exibir