Vômito de baleia faz outra pessoa milionária na Tailândia

Desta vez foi uma dona de casa, que encontrou vômito de baleia na praia e levou para casa, pois já havia ouvido falar em casos semelhantes

O primeiro caso, um catador de lixo, depois veio outro com um grupo de pescadores de tainha. Agora foi a vez de uma dona de casa ‘acertar na loteria’ do vômito de baleia e ficar milionária. O nome da sortuda é Siriporn Niamrin, de 49 anos. Ela encontrou um grande bloco de vômito de baleia na província de Nakhon Si Thammarat, na Tailândia.

O material tem valor estimado em £186,500 (aproximadamente R$ 1,5  milhão). Mas, o que explica esse valor por algo que uma baleia regurgitou?

A substância expelida pela baleia cachalote faz um efeito muito valorizado por fabricantes de perfumes caros, como os franceses. É chamada âmbar cinza, um poderoso fixador para as essências mais caras do mundo. Não precisa dizer, no entanto, que encontrar algo assim é uma coisa rara. Daí as altas somas pagas para esses sortudos tailandeses.

“Foi sorte encontrar uma peça tão grande. Espero que me traga dinheiro. Estou mantendo-o seguro em minha casa e pedi ao conselho local uma visita para verificá-lo”, disse Siriporn ao The Sun.

O âmbar cinza facilita a digestão da baleia, mas depois que é utilizado, não serve mais para os animais. Assim, o corpo o regurgita e a substância se solidifica no contato com a água salgada e depois flutua na superfície do oceano. Muitas vezes vem parar nas praias, à espera de um milionário futuro.

Informações: ndmais