Vídeo | Casal tem relação sexual ao vivo durante reunião virtual da Câmara

Ato sexual ocorreu em reunião que debatia alimentação escolar na cidade do Rio de Janeiro

Continua depois da publicidade

Uma reunião realizada pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro para tratar de alimentação escolar terminou em sacanagem. Literalmente. Um dos participantes deixou câmera do computador ligada e foi flagrado em pleno ato sexual. Enquanto o ato transcorria, os oradores continuaram os discursos.

A audiência, que começou às 10 horas e era presidida pelo vereador Leonel Brizola Neto (PSOL), já se estendia por mais de quatro horas quando a janelinha picante surgiu no vídeo, que foi gravado e retransmitido nas redes sociais.

O casal, que apareceu sob o perfil de uma participante identificada como Patrícia da Conceição, acabou tendo relações sexuais, mas esqueceu de desligar a câmera. A situação durou pelo menos dois minutos.

Debate quente

Parlamentares que participavam do debate, além de representantes da Secretaria Municipal de Educação e de entidades da sociedade civil, estavam conectados. Não foi possível determinar se eles acompanharam a cena de sexo e preferiram continuar ou não perceberam o que ocorria.

Procurado, vereador Brizola Neto lamentou o ocorrido, mas ressaltou que a reunião “foi positiva”.  “Lamento que a imprensa tenha dado mais destaque a indiscrição involuntária que ocorreu durante a audiência e não a falta de alimento para as crianças e adolescentes”, disse o vereador, em nota.

Também em nota, a Câmara informou que a participante não é parlamentar e pertence à sociedade civil, tendo sido convidada para a discussão. O vídeo, ainda segundo o Legislativo, foi retirado das redes sociais tão logo houve a percepção do fato.