Triste perda na educação: João Carlos Di Genio, fundador do Grupo Objetivo, morre aos 82 anos

Considerado um dos maiores educadores do Brasil, o empresário deixa esposa e três filhos

Nascido na cidade de Lavínia (SP), no dia 27 de fevereiro de 1939, formou-se médico pela Universidade de São Paulo (foi o primeiro colocado no vestibular da época). Ainda estudante tornou-se professor de física em um cursinho da cidade de São Paulo. Entusiasta, dinâmico e empreendedor, em 1965, ao lado dos amigos Dráuzio Varela, Roger Patti e Tadasi Itto fundou um pequeno curso preparatório para a medicina, o Objetivo, que pouco tempo depois tornar-se-ia um dos maiores e mais conceituados do Brasil.

Di Genio dedicou sua vida à educação. Entendia que não havia maior riqueza de um povo. Foi ousado, inovador e perspicaz. Em 1988 fundou a UNIP (Universidade Paulista), referência universitária particular do país. Foi o primeiro a introduzir a tecnologia e o ensino à distância nas escolas, isso no início dos anos 90.

Considerado um gênio, preocupava-se com o acolhimento de crianças superdotadas que, muitas vezes se perdiam na falta de um atendimento orientado e direcionado as suas reais necessidades. Criou então o POIT – Programa de Incentivo ao Talento , com a finalidade de atender essa faixa de pessoas. Foi um dos mais fervorosos incentivadores da inclusão de estudantes com deficiência nas salas de aula, recebendo e acolhendo alunos com as mais diferentes síndromes e dificuldades.

Di Genio atuou também na área da comunicação. Ele foi dono do Grupo Mix de Comunicação, formado por emissoras de TV aberta (Mega e RBI TV) e fechada (Multishop), além das rádios MIX FM e Trianon e do site de variedades Vírgula.

Morreu de causas naturais,neste dia 12 de fevereiro.

Nenhuma postagem para exibir