Sobrevivente da tragédia da Chapecoense escapa de grave acidente

Erwin Tumiri disse que se sente abençoado

Reprodução

Quando não é a hora da pessoa… Erwin Tumiri, um dos 6 sobreviventes do voo da LaMia – que caiu em Medellín, na Colômbia em 206 e matou 71 pessoas, grande parte do time da Chapecoense – sobreviveu a mais um acidente, desta vez de ônibus.

O mecânico de aviões estava no veículo que caiu num penhasco de 150m na Bolívia, nesta terça, 2, na rodovia Cochabamba-Santa Cruz, na Bolívia.

A TV Red Uno, afiliada da CNN, informou que Tumiri era um dos 45 passageiros do ônibus que caiu no barranco, no quilômetro 72 da estrada interdepartamental, na área conhecida como El Cañadón. Pelo menos 20 morreram e 9 ficaram feridas.

“Abençoado”

Erwin contou que teve uma reação rápida, quando percebeu que o ônibus estava caindo:

“Eu agarrei o assento e me inclinei para trás”, contou Erwin Tumiri à Red Uno.

Erwin disse que se sente “abençoado”.

“Mais uma vez, não posso acreditar. […] Sinto-me muito abençoado”, afirmou.

Homem de fé, ele afirmou que se agarra a Deus.

“O que eu sempre faço, digamos, mesmo nessa hora, é que me entrego a Deus e nada vai acontecer comigo, nada vai acontecer comigo”, disse.

Ele passou por uma cirurgia e continua se recuperando na clínica Arébalo, em Cochabamba.

Informações: CNN Internacional

Nenhuma postagem para exibir