Programados para iniciar hoje (19), serviços em 5G podem impactar transporte aéreo e causar caos para as companhias

As dez maiores companhias aéreas advertem que início da operacionalidade do 5G trará caos para o setor

Foto: PixaBay.

Marcados para iniciar hoje (19), os serviços de 5G colocam em risco a segurança do transporte aéreo, nos principais aeroportos americanos e europeus. O alerta foi feito pelas fabricantes Boeing e Airbus no final do ano passado e agora ratificado pelas 10 maiores companhias aéreas do mundo. O problema está na utilização dos sinais de 5G na Banda C, utilizada pelos aviões, principalmente em situações de mau tempo. Trata-se de um risco desnecessário, segundo os executivos da American Airlines, Delta Air Lines e United Airlines entre outras.

O sinal 5G operando na Banda C pode interferir nos aparelhos das aeronaves, comprometendo a segurança dos voos. Para os executivos das empresas, o ideal seria o bloqueio do sistema, no mínimo a duas milhas dos aeroportos. Essa tese é contestada pela Verizon  e At&T, empresas responsáveis pelo 5G, que sugestionam a troca de aparelhos dos aviões.

O governo americano está estudando as alternativas, sem nenhuma posição definitiva até o momento. O problema é que os serviços começam a ser operados a partir de hoje. A recomendação é que os aeroportos que possuírem esse sistema liberem a banda C, em caso de aterrissagem de mau tempo, para 45% da frota.

As empresas de 5G investiram bilhões de dólares para colocar em operação os seus serviços. Já houve adiamento do início, previsto para o começo deste mês. Qualquer outro adiamento pode significar um prejuízo enorme.  

Nenhuma postagem para exibir