Professor da USP de Ribeirão integra comitê que atua na prevenção de homicídios na adolescência

Criado em 2019, a proposta do comitê é definir políticas públicas voltadas para redução da taxa de homicídios entre adolescentes no Estado de São Paulo

Foto: Divulgação FEA USP

O professor Luiz Guilherme Dácar da Silva Scorzafave, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USP, é o mais novo integrante do Comitê Paulista pela Prevenção de Homicídios na Adolescência (CPPHA), uma iniciativa da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), em parceria com o governo estadual e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

O objetivo principal do comitê, criado em 2019, é definir estratégias e articulação de políticas públicas voltadas para redução da taxa de homicídios entre adolescentes no Estado de São Paulo e o professor da FEA-RP vai atuar no grupo de trabalho de dados e pesquisas, que procura levantar indicadores para subsidiar propostas de políticas públicas para o tema, uma vez que as taxas de homicídio, entre jovens e adolescentes no Estado, vêm caindo nos últimos anos, mas mesmo assim continuam altas.

“O nosso trabalho no comitê visa a identificar os problemas, propor e articular ações entre diversos setores públicos e secretarias para atender de forma integrada os jovens com maior risco de homicídio violento e assim enfrentar essa questão”, explica Scorzafave. O pesquisador lembra que os grupos mais vulneráveis atualmente são jovens de periferia. “Existem diversos fatores de risco que levam o indivíduo a ser vítima de morte violenta, como evasão escolar, pertencer a um grupo de vulnerabilidade socioeconômica, envolvimento com atividades ilícitas.”

Scorzafave é bacharel, mestre e doutor em Ciências Econômicas pela USP e é um dos coordenadores do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Economia Social (Lepes), com pesquisas voltadas para a economia do crime, economia do trabalho, desigualdade de renda, pobreza, avaliação de políticas e economia da educação.

Para informações sobre o Lepes, acesse: http://lepes.fearp.usp.br

Nenhuma postagem para exibir