Morre o ator Tarcísio Meira, aos 85 anos, por complicações da Covid-19

Gravada em Ribeirão Preto, ele interpretou Berdinazzi de “O Rei do Gado”; além de Meira, o ator e diretor Paulo José também teve seu óbito confirmado neste dia 11

Tarcísio Meira interpretou Capitão Rodrigo, em "o Tempo e o Vento"

O ator Tarcísio Meira, 85, morreu, nesta quinta-feira (12), vítima de complicações da Covid-19, em São Paulo. Ele estava internado desde o dia 6 de agosto, no Hospital Albert Einstein, em decorrência da doença.

A informação foi confirmada em um comunicado publicado nas redes sociais para fãs ator. “Por meio desta nota, comunicamos o falecimento de nosso querido Tarcísio Meira, nosso eterno João Coragem, que lutou bravamente contra essa terrível doença. Agradecemos a todos pelas orações e por ter nos acompanhado esse tempo todo, estamos arrasados”, diz o texto.

O personagem citado no pronunciamento foi protagonista da novela “Irmãos Coragem” que, na época, representou um marco na dramaturgia brasileira. Isso porque foi considerada uma superprodução para os padrões do período, pois contava com uma cidade cenográfica para que o trabalho fosse gravado.

Contudo, este não foi o papel mais importante na sua carreira. Meira, que é considerado um ícone da Tv brasileira, recebeu o papel principal na primeira telenovela diária e gravada do Brasil, a “2-5499 Ocupado”, na Tv Excelsior, em 1993. A história teve 42 capítulos, cada qual com duração de 20 minutos, e foi escrita por Migré, um argentino.

O artista também teve participação em uma novela gravada em Ribeirão Preto. Em “O Rei do Gado”, de 1996, interpretou o fazendeiro Berdinazzi, que rivalizava terras com Mezenga. A trama ganha um clima especial, a partir do momento em que Berdinazzi descobre que sua filha está apaixonada pelo filho do rival.

Em 2020, com mais de cinco dezenas de trabalhos apresentados, saiu da TV Globo, junto à mulher Glória Menezes. Ambos apresentaram diversos papéis juntos como casal na emissora.

Por sinal, ela também está internada, contudo com um quadro mais brando da doença, não sendo necessária a transferência para Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

No último boletim médico, que divulgava o estado de saúde do ator, se afirmava que ele estava intubado, na UTI, e passava por diálise contínua, por problema nos rins.

Morte de Paulo José

Tarcísio não foi único ícone da TV brasileira ter seu óbito anunciado. Nesta quarta-feira (11), o ator e diretor Paulo José, um dos maiores da dramaturgia nacional, saiu de cena de vez após ser vítima de uma pneumonia.

Em 1993, ele já havia sido diagnosticado com Parkinson, mas seguiu trabalhando, mesmo com as limitações. Seu último trabalho nas telinhas ocorreu em 2014, ao interpretar um personagem que sofria da mesma doença neurológica que a sua.

José entrou no ramo artístico em Porto Alegre, no teatro e em 1969 foi à TV, com “Véu de Noiva”. Nos seus mais de 60 anos de carreira, realizou mais de 20 trabalhos em novelas.

Nenhuma postagem para exibir