Metade do população avalia gestão Bolsonaro como ruim ou péssima em estudo da XP/Ipespe

Com 50% de rejeição, presidente Jair Bolsonaro bateu recorde histórico da série de levantamentos

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil.

O presidente Jair Bolsonaro recebeu a pior avaliação da história do levantamento feito pela XP/Ipespe. De acordo com a pesquisa, 50% da população considera o governo como ruim ou péssimo. Para 26%, a administração é boa ou ótima e ainda para outros 22% é regular. 

A taxa de 50%, pior observada pela série, que realiza avaliações mensais desde o início do mandato, desde maio de 2020. Desde outubro, quando a insatisfação estava na casa dos 31%, os índices de avaliação vêm caindo.

Neste mês, o levantamento contou com a participação de mil pessoas, por meio de entrevistas telefônicas, realizadas entre os dias segunda-feira (7) e quarta-feira (10). A margem de erro é de 3,2 pontos. 

Eleições 2022 

A pesquisa analisou ainda a preferência da população para as eleições de 2022, onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) saiu na frente com  quatros pontos porcentuais, com uma vantagem de 32% contra 28% para Bolsonaro. 

Porém a projeção para o segundo turno mostrou uma diferença que chegou na casa dos nove pontos entre os políticos. Enquanto Lula apareceu com 45% que declararam votar no petista em uma possível segunda rodada, o presidente registrou 36% de intenção de voto. O presidente perde também em um cenário contra Ciro Gomes, por 41% a 37%. 

Copa América

Outro ponto questionado pelos pesquisadores foi a realização da Copa América no Brasil. Para 64%, a competição não deveria ser sediada pelo país. Enquanto isso, 29% são favoráveis à realização do evento. 

O estudo dividiu as respostas entre dois grupos. O primeiro reúne apoiadores do governo, onde a aprovação do evento foi de 58%. Já o segundo, o tem os entrevistados que fizeram uma avaliação negativa da gestão. e, neste caso, 83% se revelaram contra o país ser sede da Copa América. 

Nenhuma postagem para exibir