Menina de dez anos estuprada pelo tio passa bem após aborto, diz hospital

Informação foi divulgada nesta segunda (17); tio que estuprou menina segue foragido

Foto: PixaBay.

A menina de dez anos que engravidou do próprio tio, depois de ser estuprada por quatro anos seguidos, em São Mateus, no Espírito Santo, teve a gravidez interrompida nesta segunda-feira (17). O procedimento ocorreu no Recife (PE) e a menina passa bem, segundo o hospital.

A criança estava internada no hospital desde domingo, quando iniciou o processo para a realização do aborto. Durante o fim de semana, centenas de manifestantes – a favor e contra o procedimento – realizaram atos em frente ao hospital.

Em nota, a Secretaria de Saúde de Pernambuco afirmou que o procedimento foi feito com autorização judicial do Espírito Santo. A unidade que atendeu a menina é referência estadual nesse tipo de procedimento e de acolhimento às vítimas. O texto aponta ainda que “todos os parâmetros legais estão sendo rigidamente seguidos”.

Gravidez

A gravidez foi revelada no dia 7 de agosto, quando a menina foi ao hospital, na cidade de São Mateus, se queixando de dores abominais. A menina relatou que começou a ser estuprada pelo próprio tio desde que tinha 6 anos e que não o denunciou porque era ameaçada.

O estuprador tem 33 anos e já foi indiciado, segundo a Polícia Civil do Espírito Santo, por estupro de vulnerável e ameaça. O homem, entretanto, está foragido.

Nenhuma postagem para exibir