Reprodução

Uma jovem mãe britânica recebeu ataques nas redes sociais, após ter participado de um programa de TV que abordou como tema os nomes diferentes que pais dão a seus bebês. As informações são do jornal Extra.

Josie King, de 27 anos, era uma das convidadas do programa “Plymouth Live”, e contou que havia registrado o nome de seu filho como Lucifer, o que não agradou a muitas pessoas, inclusive alguns familiares.

A jovem conta que, após sua participação no programa, começou a receber uma série de ataques e mensagens de ódio nas redes sociais.

“Não havia nenhuma inspiração para o nome. Eu olhei muitos livros de bebês e gosto de nomes incomuns. Não gosto de ter os nomes padrão. Gosto do nome porque gosto, não acho que represente o diabo, aos meus olhos. Se o diabo fosse chamado de outra coisa, você também não gostaria desse nome. É sobre a mentalidade das pessoas com o nome. As pessoas me perguntam o porquê, e eu digo ‘por que não?’”, conta Josie.

De acordo com a jovem, ela disse que o nome do seu bebê de 7 meses simplesmente surgiu em sua mente. Caso tivesse engravidado de uma menina, a ideia era que ela se chamasse Narnia.

“Gosto dos nomes que gosto, pode não ser o certo para outras pessoas. Quando escolhi o nome dele, sabia que as pessoas não iriam gostar, mas não depende delas. Eu tinha alguns membros da família dizendo “você não pode chamá-lo assim”, mas eu disse que não sou religiosa, então [o nome Lucifer] não representa [pra mim] o que outras pessoas pensam que representa. Mas meu pai sabe como eu sou e que eu gosto de ser única, então ele disse ‘parece com você’”, explicou Josie, que disse que apesar dos comentários de ódio que recebeu, não se arrependeu da escolha.

Informações: MSN