Ícone da Bahia, Moraes Moreira morre aos 72 anos

Cantor e compositor tem mais de 40 álbuns gravados; causa da morte não foi confirmada ainda

Moraes Moreira, em foto de divulgação de seu trabalho - Foto: Redes Sociais

Um dos cantores e compositores mais carismáticos da Bahia, Moraes Moreira morreu, na madrugada desta segunda-feira (13), aos 72 anos, no Rio de Janeiro. A causa da morte ainda não foi confirmada.

 O corpo de Moraes Moreira foi encontrado nesta manhã no apartamento em que ele morava. O artista vivia sozinho, segundo o irmão Eduardo Moraes. “A gente não sabe direito o que ocorreu. Nem eu, nem as irmãs sabemos”, disse Eduardo.

História

Antônio Carlos Moraes Pires nasceu em Ituaçu, na Bahia, em 8 de julho de 1947 .Começou tocando sanfona de doze baixos em festas de São João em Ituaçu. Na adolescência aprendeu a tocar violão, enquanto fazia curso de ciências em Caculé, Bahia. Mudou-se para Salvador e lá conheceu Tom Zé.

Integrou, junto com Baby Consuelo, Pepeu Gomes, Paulinho Boca de Cantor e Luiz Galvão, o grupo Novos Baianos, que marcou época na MPB, atuando de 1969 a 1975. 

Considerado um dos precursores do carvanal baiano, sendo o primeiro a se apresentar em trio elétrico, Moreira tem mais de 40 álbuns gravador e é autor de alguns dos maiores hits da MPB. Entre eles estão Pombo Correio e Sintonia.

 

Nenhuma postagem para exibir