Divulgação: PCGO

A Polícia Civil indiciou na quinta-feira (9) um homem, de 33 anos, por crime de constrangimento ilegal praticado no contexto da lei Maria da Penha, em Pirenópolis (GO). De acordo com as investigações, o suspeito colocou uma câmera no teto do quarto da ex-mulher para vigiá-la.

De acordo com a vítima, ela encontrou a câmera após perceber uma luz piscando no teto. Ao olhar com atenção, ela viu uma câmera filmadora de segurança. Na sequência, a mulher acionou a Polícia Civil.

Testemunhas ouvidas pelos policiais contaram que o ex-companheiro da vítima havia sido visto no telhado manuseando a fiação. Na ocasião, ele teria alegado que iria retirar a aparelhagem da internet.

Interrogado na delegacia, o homem confessou o crime e afirmou que pretendia usar as imagens para “fiscalizar” a conduta da mãe com os filhos. Além da ex-companheira, a babá da vítima também usou o quarto para trocar de roupas. Ambas estão extremamente constrangidas com o ocorrido.

Conforme a Polícia Civil, se condenado, o suspeito poderá pegar até um ano de detenção.

Informações: IstoÉ