Wagner de Oliveira Lovato, 40, morreu após ser espancado/ Arquivo de família

O ambulante Wagner de Oliveira Lovato, 40, morreu após ser espancado no último sábado (02), em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. A vítima foi agredida em frente a um açougue em Alvorada, depois de reclamar do preço da carne.

Wagner chegou a ser levado ao Hospital Cristo Redentor, mas não resistiu aos ferimentos. A unidade de saúde informou que o homem teve morte cerebral.O

O delegado responsável pelo caso afirmou que Lovato teria levado dois socos, se desequilibrado e batido a cabeça no chão. “Também há relatos de que o funcionário teria chutado a cabeça dele”, contou Edimar de Souza.

“Um dos agressores disse que a vítima saiu do estabelecimento sem comprar nada e teria falado que a carne estava cara e que não era de qualidade”, disse o delegado Edimar.

Os responsáveis pelo crime estavam embriagados e foram presos preventivamente. Em nota, o Shopping das Carnes disse lamentar profundamente a morte do ambulante. “Estamos adotando todas as medidas possíveis para auxiliar as autoridades na apuração das responsabilidades neste ato criminoso em frente ao estabelecimento em Alvorada. O funcionário envolvido neste episódio inaceitável, que não estava em atividade de trabalho no momento do crime, foi afastado pela empresa e está sob custódia da polícia”, afirmou.

“Compreendemos o momento de dor e de reserva e respeitamos o tempo dos familiares. Estamos à disposição para que esse diálogo aconteça. Em respeito a Wagner de Oliveira Lovato e a sua família, a loja estará fechada nesta segunda-feira (4/10)”, finalizou.

Informações: IstoÉ