Franca institui o Dia dos Colecionadores, Atiradores e Caçadores sob protesto dos defensores da causa animal

Vereador Della Motta é o autor do projeto

Com 10 votos favoráveis e 4 votos contrários, foi aprovado o  Projeto de Lei Ordinária nº 30/2022 de autoria do vereador Della Motta (PODE) que institui o Dia do CAC’s – Colecionadores, Atiradores ou Caçadores, a ser comemorado no dia 9 de julho. 

O parlamentar argumentou que as regras para poder ser um colecionador, atirador ou caçador são: ser filiado a um clube de tiro, fazer prova de capacitação técnica e avaliação psicológica, apresentar certidões negativas (não pode responder a inquérito criminal) e informar um local adequado para guarda do acervo’ 

E enfatizou ser um rígido caminho para fazer parte’. E concluiu ‘a Câmara Municipal não coloca arma na mão de ninguém, é apenas uma valorização aqueles que merecem que são os CACs, e às vezes temos entendimentos equivocados, por não termos o conhecimento da lei’ 

A vereadora Lindsay Cardoso criticou colegas e decidiu expor quem votou a favor de projeto  “Hoje foi um dia de derrota para a causa animal na nossa cidade. Foi aprovado o projeto de lei nº 30 que institui o Dia dos CACs – Colecionadores, Atiradores ou Caçadores. É lamentável que se possa ter várias datas comemorativas relacionadas à religião, profissões e ‘hobbies’ (como da matança com a prerrogativa de que é caça esportiva), mas não possa ter uma Semana do Orgulho LGBTQIA+”, comentou Lindsay. 

Na Câmara de Franca já houve proposta para haver a semana do Orgulho LGBTQIA+, mas a maioria negou o projeto proposto por Lindsay Cardoso (CIDADANIA), Gilson Pelizaro (PT) e Marcelo Tidy (União Brasil). O próprio Tidy voltou atrás e desistiu de apoiar o projeto. 

Fontes: F3 Notícias e Câmara Municipal de Franca 

Nenhuma postagem para exibir