Estudos apontam que humanos podem viver até 130 anos

O material foi publicado pela revista especializada Royal Society Open Science e reforça que as probabilidades de alcançar essa longevidade são baixas

Imagem Ilustrativa Foto: Pixabay

Um estudo divulgado pela revista especializada Royal Society Open Science apontou que os seres humanos provavelmente possuem capacidade de viver até os 130 anos. O material reforça que, com o passar dos anos, a chance de sobreviver até essa idade vão ficando cada vez menores, mas não deixam de ser existentes.

A longevidade humana é um assunto debatido mundialmente por diversos cientistas. Esse estudo contou com uma análise de dados de idosos com 105 anos ou mais.

Atualmente, a pessoa mais velha do mundo viva é a japonesa Kane Tanaka, de acordo com o Gerontology Research Group. Ela possui 118 anos de idade e reside em Fukuoka. Historicamente, a pessoa mais velha já registrada é a francesa Jeanne Calment, que viveu 122 anos e 164 dias. Ela faleceu em 1997.

Pesquisadores ainda afirmam que, mesmo com a probabilidade, é provável que não veremos tão cedo um ser humano chegar nessa faixa etária.

Nenhuma postagem para exibir