Cruzeiro é suspenso pela Anvisa após surto de Covid entre os passageiros

Indivíduos infectados devem ficar hospedados em hotéis selecionados pela operadora do cruzeiro

3d Cruise Ship Vacation Holiday Summer Illustration Concept

As atividades de uma embarcação foram suspensas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A viagem que deveria durar até dia 3 de janeiro foi interrompida, após 68 casos de Covid-19 serem confirmados entre membros da tripulação e passageiros.

O navio vai retornar ao Porto de Santos, onde os indivíduos presentes na embarcação devem desembarcar. Ainda de acordo com as determinações da agência, o Costa Diadema ficará em quarentena e não poderá realizar novas operações.

As pessoas que testaram positivo para o novo coronavírus devem ficar isoladas em hotéis reservados pela operadora do cruzeiro. Já passageiros que são moradores de Salvador, foram autorizados a desembarcar na capital baiana.

Foi confirmado também pela Anvisa, que a maioria dos casos dentro da embarcação são assintomáticos. Ao desembarcarem, todos os passageiros devem ser testados.

A liberação de saída do Costa Diadema do Porto de Santos, só será possibilitado por meio de autorização da Anvisa.

Outro navio, mesma situação

O MSC Splendida está atualmente atracado no Porto de Santos, após 27 passageiros e 51 tripulantes testarem positivo para o SARS-CoV-2.

54 indivíduos que tiveram contato com os infectados receberam permissão para desembarcar em veículos selecionados e vão ficar sob vigilância das autoridades competentes.

Nenhuma postagem para exibir