Com morte do deputado federal Flávio Gomes, Ricardo Silva assume a vaga no Congresso

Deputado morreu na madrugada desta quarta (1°) em decorrência de complicações de uma leucemia

Ricardo Silva fez uma publicação em que lamenta a morte de Flávio Luiz Gomes. "Nesse momento de dor, desejo sentimentos à família, com quem mantive contato fraternal durante todos esses dias de tratamento." - Foto: Reprodução Facebook

O jurista e deputado federal por São Paulo Luiz Flávio Gomes (PSDB-SP), de 62 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira (1º), em São Paulo, em decorrência de complicações de uma leucemia. Ele estava afastado da Câmara dos Deputados quando foi diagnosticado com leucemia.

Segundo o Hospital Sírio-Libanês, o deputado foi diagnosticado com a doença em setembro de 2019, quando iniciou o tratamento. Ele realizou transplante de medula em janeiro deste ano, mas teve piora no quadro de saúde nos últimos dias.

Com o afastamento, o suplente de Gomes, Ricardo Silva (PSB) assumiu a vaga no início de fevereiro e deverá ficar no cargo até o final do mandato em dezembro de 2022.

Ricardo Silva, em entrevista, por telefone, ao apresentador Lincoln Fernandes contou que o deputado foi professor dele em concurso público e que ontem havia recebido a informação de que seria o último dia dele.

“Flávio Luiz era um homem que batalhava por aquilo que achava certo para o Brasil. Muito forte no combate à corrupção. Eu fico muito honrado de assumir a cadeira dele e a família de Flávio ficou feliz porque, além de ser aluno, sempre fui seguidor das ideias, vai ser um mandato na mesma linha do professor. Um mandato duro e com fiscalização”, disse Ricardo Silva.

Nacionalmente, o deputado ganhou projeção ao idealizar e fundar a rede de ensino LFG, especializada em cursos da área jurídica e preparação para concursos, pioneira no Brasil em transmissão de cursos via satélite. Na carreira jurídica, atuou como agente de polícia, delegado, promotor de Justiça, juiz de direito e advogado.

O PSB comunicou o falecimento do deputado em seu site. O presidente nacional da sigla, Carlos Siqueira, lamentou a perda. “Lamento profundamente a perda do deputado Luiz Flávio que, embora novato, se revelou um grande quadro político e parlamentar, além de um figura de extraordinário valor humano.”

Devido a pandemia da Covid-19, o enterro será realizado nesta quarta-feira e não terá velório.

Nenhuma postagem para exibir