Após vazamento de vídeo íntimo, responsável pela Diocese de São José do Rio Preto renuncia, e arcebispo de Ribeirão assume o cargo

O anúncio foi feito por meio de um comunicado da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), veiculado nesta quarta-feira (18)

O arcebispo de Ribeirão Preto, Dom Moacir Silva, foi nomeado pelo Papa Francisco, como administrador apostólico da Diocese de São José do Rio Preto. O anúncio foi feito por meio de um comunicado da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), veiculado nesta quarta-feira (18).

O movimento vem após a renúncia do antigo responsável pela Diocese de Rio Preto, o bispo Tomé Ferreira da Silva. A CNBB não informou o que levou o religioso a tomar tal atitude. Contudo, na última sexta-feira (13), vazou um vídeo íntimo do religioso, na qual o religioso aprecia seminu, acariciando seu órgão genital.

No documento divulgado pela Conferência dos Bispos, a renúncia foi aceita pelo comandante máximo da igreja católica, neste dia 18, bem como o novo mandatário passará a atuar já nesta quarta.

“A Nunciatura Apostólica informa que o Santo Padre aceitou hoje o pedido de renúncia ao governo pastoral da Diocese de São José do Rio Preto, apresentada por S. Excia. D. Tomé Ferreira da Silva, nomeando, ao mesmo tempo, como Administrador Apostólico, o Exmo. Sr. D. Moacir Silva, arcebispo de Ribeirão Preto”, diz o texto.

A ocupação será interina, até que um novo religioso seja escolhido. Entretanto, não há prazo para uma nova definição.

O vazamento

Dom Tomé Ferreira da Silva teve um vídeo íntimo vazado, na última sexta-feira (13), na qual aparece, acariciando o órgão genital, seminu, em uma vídeochamada. O bispo assumiu a autoria, mas não comentou o fato.

As imagens possuem duração de pouco mais de um minuto e gravado de baixo para cima, gravadas por telefone celular. Do outro lado da ligação estava outro homem.