Acesse também: NOVA BRASIL    TVTHATHI   DIFUSORAFM   79AM

AO VIVO

Rádio 79 AM

RIBEIRÃO PRETO – SP





Nenhum evento encontrado!

HomeBlogSim, sou vesgo; e daí?

Sim, sou vesgo; e daí?

APESAR DO ORÇAMENTO MILIONÁRIO, o prefeito Duarte Nogueira nega ter dinheiro para obras essenciais. Especializou-se em miudezas e, sempre que pode, adia para sabe-se lá quando o que que poderia ter entregue ontem. As construções iniciadas em importantes avenidas – como Dom Pedro, no Ipiranga; Saudade, nos Campos Elíseos; Thomaz Alberto Whattelly, no Aeroporto – são apenas alguns exemplos. Todas foram iniciadas, interrompidas e literalmente abandonadas pelas suas construtoras. O Governo – míope, tosco e covarde – fingiu não ter percebido o que estava acontecendo em algumas de suas principais artérias de trânsito. Foram precisos mais de três meses para que o secretário Pedro Pegoraro, de Obras, fizesse cara de espanto e demonstrasse surpresa. Uma quase ação cinematográfica.

NA VERDADE, UMA ÓPERA BUFA encenada por amadores que fingem administrar a cidade. Nem mesmo sequer governam, o que seria muito mais fácil. Mas tucanos, no entanto, não parecem ainda compreender as diferenças entre Governo e Administração. A desfaçatez é bem maior e mais acentuada. Depois de três meses das fraturas expostas em manchetes midiáticas, o Governo anuncia que irá renunciar aos contratos e, logo que possível, promover uma nova licitação de preços. Ou seja, o que nos era prometido para o final do ano passado, só nos será entregue – se for, preste atenção – no próximo ano. Não por acaso, dedicado ao processo político/eleitoral. A fila já é extensa.

ACRESCENTE AÍ UM TÚNEL trincheira que já tem parte cavada no cruzamento de três avenidas de intenso movimento: Independência, Presidente Vargas e Nove de Julho. Quem sabe as passarelas no entorno da velha rodoviária também venham ao nosso encontro; assim como o recapeamento prometido de tantas outras ruas e a avenidas da nossa pobre e cada vez mais abandonada periferia? Estamos falando de obras de construção civil, tão necessárias para normatizar o inopioso trânsito de Ribeirão Preto. Nogueira e seus iguais sofrem de distrofia do epitélio da córnea. Pouco enxergam além do próprio nariz. É como se a bússola política estivesse descalibrada.

TÃO PIOR QUE ISSO É A BATALHA inútil em tentar nos provar das vantagens em fechar o mais importante e tradicional Posto de Saúde – o Pronto Socorro Central. Algo incabível na cabeça do cidadão comum. Como explicar aos moradores do centro e de bairros próximos que lhe será vantajoso ter um posto de atendimento a menos na área de Saúde? Duarte Nogueira quer transforma-lo em Centro de Atendimento Psicossocial, provavelmente terceirando os serviços e, antes disso, reformando o prédio por completo.

PARA TODAS ESSAS ESTRIPOLIAS – e mais algumas ainda não relatadas – Duarte Nogueira tem fieis parcerias. Parte considerável dos nossos eleitos – vereadores que deveriam travestir-se em fiscais e legisladores – já está cooptada pelo Poder. Alguns, inclusive, já desfilam por aí seus discursos de ódio. Feito carneirinhos de presépio.

- Advertisment -
José Fernando Chiavenato
Jornalista e escritor