AO VIVO

THATHI FM – 91,3

RIBEIRÃO PRETO – SP

Home Blog Parabólica Sílvio Santos vem aí; Ou não está nem aí?

Sílvio Santos vem aí; Ou não está nem aí?

IDIOTAS E CANALHAS TAMBÉM ENVELHECEM. Vejam o caso de Sílvio Santos, que, aos 88 anos, descendente de judeus, profundo conhecedor da história de seu povo, ainda se acha no direito de brincar com o nazismo. A Folha de S.Paulo de ainda ontem traz farto noticiário a respeito. Em um de seus recentes programas, o animador pergunta a convidados o nome do pai de Adolf Hitler. Faz, então, a clássica saudação nazista.

BRINCAR COM TEMAS COMO ESSE É APOSTAR na mais absoluta falta de respeito. São 6 milhões de judeus mortos em campos de concentração, sem lógica, clemência ou justificativa. Assassinados simplesmente pelo fato de serem judeus; assim como foram exterminados negros e homossexuais. Senhor Abravanel – nome de batismo do também judeu Sílvio Santos – sabem bem disso. Frequenta sinagogas e tem por hábito receber estudiosos do Torá em sua ampla sala de visitas.

SÍLVIO SANTOS É ARTISTA, SEGURAMENTE O MAIOR nome da TV brasileira. Mas nem mesmo isso lhe garante o direito de ofender a própria origem e mostrar desconhecimento do histórico massacre ao qual seu povo foi submetido. Mas vamos combinar, ética e respeito não são sentimentos que ele cultua diante das câmeras. Valendo-se da idade, principalmente, tem se excedido em críticas étnicas, homofóbicas e sociais. Problema dele e de quem lhe persegue pela TV.

MAS QUANDO UTILIZA O PRÓPRIO CANAL PARA homenagear a barbárie e submeter toda uma Nação judaica ao riso fácil, a coisa ganha contornos de nojo e maledicências. Sílvio Santos, em que pese seus 88 anos, não pode e nem está acima da lei e da ordem. Não fosse uma ‘notinha’ quase escondida num canto qualquer da Folha e a insistência dessa nada humilde coluna, o assunto passaria desapercebido. Merece destaque.

AUSENTES PRESENTES

Fábio Sardinha – Foto: Rede Social

O PROFESSOR FÁBIO SARDINHA, HISTÓRICO filiado ao PT, ficou fora da lista do prováveis ‘prefeitáveis’ do partido, anunciada ontem por essa coluna. Erramos. Ele também pleiteia o direito de carregar a bandeira dos Trabalhadores. Líder natural da categoria, tem defendido seu nome nas plenárias petistas. Além dele, o médico Ulisses Strogoff também se habilita para a possibilidade. Cinco nomes e um destino.

NA REUNIÃO DOMÉSTICA DA ÚLTIMA segunda-feira uma inesperada distensão: o promotor Antônio Alberto Machado levantou problemas particulares para anunciar sua desistência. Nada definitivo, porém. Já na próxima semana o PT tupiniquim estará sob nova direção: assume a presidência a advogado Jorge Roque. Fim da era do quase vereador petista Jorge Parada – último representante das vontades palocistas.

Deixe uma Resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

José Fernando Chiavenato
Jornalista e escritor