Acesse também: THATHIFM    TVTHATHI   DIFUSORAFM   79AM

AO VIVO

THATHI FM – 91,3

RIBEIRÃO PRETO – SP





[MEC id="24849"]

Home Blog Parabólica Sua excelência, o candidato

Sua excelência, o candidato

ENGANA-SE QUEM PENSA QUE A sucessão tupiniquim já está definida. As mídias e seus atuais representantes estipulam três – às vezes quatro – concorrentes como os principais disputantes do cargo. Só que não. Antes mesmo do start oficial, creiam, ainda teremos o que o desavisado locutor chama de ‘novidades novas’. Ou seja, quem é dado neste momento como candidato certo e insubstituível pode até mesmo não participar do pleito. Ou não. Tudo depende das conversas que nem sempre os bastidores nos revelam.

DUARTE NOGUEIRA VAI DISPUTAR a sucessão dele mesmo pelo PSDB. É, por enquanto, o único candidato antecipadamente ungido entre tantos outros partidos. Tem vaga garantida e está alicerçando o caminho com as obras hereditárias de própria antecessora, que ele tanto critica. Tem em seu apoio pequenas e médias siglas, o que certamente lhe garante um bom tempo de rádio e TV. Mas pode, aos 45 do segundo tempo, aumentar essa vantagem. Por enquanto, faz o mais gosta: negocia apoios e apoiamentos.

O DEPUTADO RICARDO SILVA SERIA nome mais que confirmado no PSB. Seria mesmo? Nem tanto. Ele mesmo não encontra ânimo para seguir adiante, já antecipando aos seus pares que pretende permanecer em Brasília, atuando fortemente no Congresso. Ele explica de um jeito, há quem entenda de outro. Ricardo alega que a região não pode perder representação no Planalto. Especialistas lembram que ele seria o único dos ‘sevandistas’ a concorrer nessas eleições. Pagaria sozinho e isolado por tudo que fez ou deixou de fazer.

O JUIZ APOSENTADO JOÃO GANDINI acredita-se ‘imexível’ no MDB. Julga que nada poderia lhe arrancar a oportunidade. Nem tanto. Há vozes discordantes dentro do partido, sendo que a direção da legenda não se escusa em discutir novas hipóteses. Uma delas – que escapou pelo buraco da fechadura – é que João Gandini possa concorrer a vice em uma chapa encabeçada por Ricardo Silva. O socialista aparece bem posicionado nas pesquisas, quase sempre em primeiro ou segundo lugar.

SEM RICARDO, CRESCEM AS CHANCES e os sonhos do pedetista Lincoln Fernandes, vereador e bi presidente da Câmara. Ele está sendo informado de bons posicionamentos nas pesquisas de opinião pública. Pode alterar a rota a qualquer momento. Enquanto não bate o martelo, o PDT continua sendo objeto de desejo de outras fortes representações. Tudo que Lincoln Fernandes não precisa, no momento, é de pressa. Vai repensar muitas vezes antes de escolher caminhos.

DIREITA E ESQUERDA TAMBÉM SE movimentam e buscam alternativas. Fernando Chiarelli, Rodrigo Junqueira e Coronel Usai irão disputar de um lado; Antônio Alberto Machado, Mauro Inácio e Wanderley Caixe Filho, em nome da canhota tupiniquim. Em nenhum caso há ou haverá possibilidade de coligação. Resta, ainda, o nome bastante improvável do vereador Marcos Papa, pelo Cidadania. O PSL pode sair dessa lista, e tornar-se um novo aliado dos tucanos.

José Fernando Chiavenato
Jornalista e escritor