Acesse também: THATHIFM    TVTHATHI   DIFUSORAFM   79AM

AO VIVO

THATHI FM – 91,3

RIBEIRÃO PRETO – SP





Nenhum evento encontrado!

Home Blog Parabólica Sílvio Caldo ou Paulo Santos?

Sílvio Caldo ou Paulo Santos?

SÍLVIO SANTOS É A PROVA PROVADA que idiotas também envelhecem. Ninguém se transforma ou se torna imbecil através do passar dos anos. A idade não provoca demência ou canalhice; pelo contrário, a experiência é capaz de maturar ideias e pensamentos, além de fornecer – gratuitamente – maior e melhor experiência de vida. Ou seja, relembrando uma das sagradas rabugices do inesquecível amigo Luciano Lepera, só “é velho idiota, quem foi um jovem idiota”. A idade serve para nos melhorar, jamais para agir na contramão.

BOM, MAS O QUE TEM SÍLVIO SANTOS a ver com tudo isso. Simples. O dono da segunda maior emissora do país nos trata com o desrespeito de sempre – a nós, jornalistas – quando contrata falsos e pseudos profissionais da comunicação ou quando, por ele mesmo, retira do ar o maior noticiário do SBT para evitar críticas ao Governo e a políticos de sua estimação. Fez isso com antecipação de duas ou três horas. Senor Abravanel, esse o verdadeiro nome de SS, preferiu atender aos cínicos apelos do Planalto a sustentar a verdade que seus repórteres cobriam. O SBT não é sério, definitivamente.

ESTÁ BOM, ORA DIREIS, MAS E O QUE fez o aposentado advogado Paulo Caldo, para imiscuir-se nesse mesmo assunto. Também é simples. Aproveitou as redes sociais de servidores municipais – onde tem por hábito destilar veneno doméstico e adoçar as largas avenidas de Brasília – para, agora, dizer que somos (nós, jornalistas) um bando de irresponsáveis. Tacitamente, afirmou que “a Globo cria uma realidade no país, através de seus jornalistas despidos de conceito ético”, e profetizou que “logo teremos manifestações mais sérias e que nossas Autoridades têm que limitar o poder de jornalistas despreparados no exercício do cargo”.

SÍLVIO SANTOS E PAULO CALDO certamente não são vítimas da idade. Essas repugnantes atuações devem acompanha-los desde a juventude. Agora, neste momento, tão somente demonstram o que sempre foram ou pensaram ser. Para o apresentador, jornalista não deve ter opinião – é uma lógica e confessa declaração que sempre repete – e, para o advogado tupiniquim, jornalista não conhece ética ou moral – a ponto de merecer intervenção das “Autoridades”. Só não explicitou, ainda, se do Judiciário ou das Forças Armadas – a dedução fica por conta de cada um.

A MIM POUCO IMPORTA O QUE verdadeiramente representam – se é que representam. Sejam eles da Direita ou da Esquerda. Sílvio Santos tem um curral consagrado de descerebradas a lhe aplaudir. Paulo Caldo não chega a tanto, mas é aplaudido pelo extremismo das frases mal construídas. Ambos devem ter vibrado com as manifestações agorinha diante do Palácio do Planalto quando, mais uma vez, sob a regência do Presidente, fomos chamados de “escórias, lixos, ratazanas, imprensa podre, comunistas, safados, mídia lixo”. Ou seja, somos responsáveis pela crise e por números negativos.

SOBRAL PINTO MORREU QUASE centenário, lúcido e com uma coragem cívica invejável. Delfim Neto está acima dos 90 anos e mantém o juízo no lugar. São dois extremos de nossa política, mas provam que é possível ganhar anos e não perder a dignidade de pensamentos e ideais. Só para constar.

José Fernando Chiavenato
Jornalista e escritor