Acesse também: NOVA BRASIL    TVTHATHI   DIFUSORAFM   79AM

AO VIVO

Rádio 79 AM

RIBEIRÃO PRETO – SP





[MEC id="24849"]

HomeBlogParabólicaBafafá no presépio caipira

Bafafá no presépio caipira

NELSON RUBENS, AQUELE QUE AUMENTA, mas não inventa, faria sucesso nos vastos bastidores do Poder tupiniquim. Imagine a cena. Cinco vereadores que se alinham ao puxa-saquismo oficial do governo tucano estavam acotovelados na antessala do principal gabinete do Palácio Rio Branco. Esperavam a chegada do mestre e mentor Duarte Nogueira. Saboreavam o tradicional cafezinho e jogavam conversa fora. A espera, dizem, foi um pouco além do quase sempre.

EIS QUE, SE NÃO, QUANDO, ENTRETANTO, eis que surge o principal inquilino, a cereja do bolo. O prefeito Duarte Nogueira veio com o sorriso habitual e distribuiu afagos aos sempre servis e obedientes parlamentares. Até aí, tudo bem. Mas, e é aí nesse “mas” que o nosso especialista em fofocas deveria aparecer, parece que a coisa desandou. Nogueira, sabe-se lá se de forma imprudente, saldou a todos mas convidou apenas um dos vereadores a um papo, digamos assim, em particular antes do atendimento global.

TRANCOU-SE NO GABINETE COM O DEMOCRATA Fabiano Guimarães e por ali ficaram reservados por poucos minutos. O suficiente para despertar a ira do abúlico e também vereador Rodrigo Simões, PDT. Enquanto o prefeito consolava o presidente derrotado nas disputas internas, do lado de fora vivia-se um verdadeiro circo dos horrores. Dizem que o inapetente Simões bufava inconformado pela preterição. Ameaçou ir embora do local, romper com o Poder, nunca mais voltar e acabou, de forma descuidada, por atropelar a senhorinha do café.

TANTA DEMONSTRAÇÃO DE IRA NÃO DEU em nada. Como sempre, aliás. A indignação de Simões passou em cinco minutos, tempo mais que suficiente para que Nogueira passasse a mão na cabeça de Fabiano e o consolasse pela fragorosa derrota que lhe impôs Lincoln Fernandes, PDT. A solidariedade tucana e a irresoluta atuação de Simões acabou por constranger todo o grupo, que foi atendido por um prefeito constrangido e meio que sem graça. O que era para ser um feliz encontro de final de ano, terminou com um discursinho xoxo e neutral do líder situacionista André Trindade.

QUÁS, QUÁS, QUÁS DOS PODEROSOS Duarte Nogueira está em dúvida: deve ou não deve passar um período de férias em um elegante resort à beira-mar na Bahia? Assessores próximos agem como biruta de aeroporto, atuam conforme o vento das oportunidades. Aliás, o prefeito comanda nesta sexta-feira reunião com diversos chefes da administração direta e indireta. Nem todos foram convocados. Quase que somente aqueles que moram além das fronteiras caipiras.

MAS O ENCONTRO MAIS AGUARDADO neste final de ano será com o atual presidente da CODERP. Ele será informado que a torneira financeira será fechada após terminar o pagamento de dívidas antigas, e que a empresa terá de buscar oxigênio econômico por conta própria. Mas isso não será problema e nem representa desemprego. Afinal, teremos pela frente muitas licitações. Maiores informações na próxima Parabólica.

- Advertisment -
José Fernando Chiavenato
Jornalista e escritor