Lançamentos: Pati Mendes e Kill For Nothing.

Pati Mendes celebra 20 anos de carreira com lançamento de EP.

Milhares de quilômetros percorridos, centenas de shows e grande paixão pela música. A paulistana Pati Mendes, que escolheu Franca como lar, comemora 20 anos de trajetória com um currículo extenso e muitos sonhos se tornando realidade. Entre eles, seu primeiro EP.

Desde cedo Pati descobriu que queria a música como carreira. O amor pelas artes despertou nela um talento que é evidente em suas composições e voz. Ela é formada em canto popular na UFPB, pós-graduada em voz profissional e cantora de múltiplos talentos com cursos nas áreas de voz, corpo, cinema, teatro e TV. “Eu não consigo me imaginar fazendo outra coisa senão cantar e fazer minha música”, disse a artista de estilo e personalidade únicos.

Nesses 20 anos de carreira, Pati foi backing vocal do supergrupo Rod Hanna, cantou em bares e bailes, participou de programas de TV e tornou-se vocalista da banda Téed, que faz shows nos estados de São Paulo e Minas Gerais. Agora, ao tirar da gaveta diversas composições que escreveu nos últimos anos, ela entra em nova fase e grande desafio de sua carreira.

“Essencial”, primeiro EP de Pati Mendes com cinco músicas autorais e uma regravação como faixa bônus, será lançado no decorrer da temporada. A primeira música deste trabalho autoral, intitulada “Jogo Sujo”, está disponível em diversas plataformas de streaming.

Redes Sociais:
Instagram: Pati Mendes
Spotify: Pati Mendes
Facebook: Pati Mendes

Kill For Nothing lança seu primeiro single:

Este é o single que marca a estreia da KILL FOR NOTHING

“KIND OF GOD” fala sobre o apego a falsos deuses, que pregam soluções fáceis, mas enganosas para questões existenciais humanas. Uma música pesada, marcante e com uma mensagem que vai proporcionar uma verdadeira revolução de valores.

“KILL FOR NOTHING”, é uma banda autoral paulistana com influências de Numetal formada em 2022 com o intuito de quebrar padrões e balançar estruturas.

As letras são baseadas nas experiências individuais de seus integrantes, trazendo reflexões sobre temas como vaidade, armadilhas do ego, falsidade, paixões, enfim, sentimentos humanos.

As composições têm uma pegada agressiva, com riffs pesados, dissonâncias e melodias marcantes inspiradas em bandas como Korn, Deftones, Disturbed, Killswitch Engage, Linkin Park, entre outras do cenário Numetal do início dos anos 2000. Tudo isso somado aos vocais intensos de Alessandro Bob, produzindo um mix de sensações que as letras se propõem a transmitir.

Redes Sociais:

Instagram

Facebook

José Carlos Pimentel @Zehdorock225 Posts

Administrador, Contabilista e guitarrista. Há mais de 30 anos acompanha shows nacionais e internacionais e escreve sobre lançamentos e notícias do mundo da música. Entrevistas e toda cobertura dos eventos, do Underground ao Mainstream. Desenvolve o canal @zehdorock no instagram.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember meLost your password?

Lost Password