Acesse também: NOVA BRASIL    TVTHATHI   DIFUSORAFM   79AM

AO VIVO

Rádio 79 AM

RIBEIRÃO PRETO – SP





Nenhum evento encontrado!

HomeBlogFutebol CaipiraUnião São João, Guaçuano e Osasco pretendem voltar ao futebol profissional em...

União São João, Guaçuano e Osasco pretendem voltar ao futebol profissional em 2022

Equipes tradicionais indicaram intenção de voltar ao futebol profissional em SP

O departamento técnico da Federação Paulista de Futebol fez na última segunda-feira (17) uma reunião virtual com os clubes interessados em disputar a Quarta Divisão do Campeonato Paulista, chamada pela entidade de Segundona Sub 23, e pelos torcedores de Bezinha. E 40 times participaram, dos quais as maiores novidades foram as presenças de União São João, Guaçuano (mascote abaixo) e Osasco, que pretendem voltar ao futebol profissional.

Outros que também demonstraram interesse em retornar foram o União Barbarense, Amparo, Itapevi, Joseense e Santacruzense. Não apareceram na reunião, infelizmente, o Mogi Mirim, Catanduvense, Tupã, ECUS, Taboão da Serra, José Bonifácio e Assisense.

De acordo com a FPF, a intenção é começar a competição em abril e terminar, no máximo, em outubro. E fazer a primeira fase da Quarta Divisão dividindo os clubes de maneira regionalizada.

Congresso

O Congresso Técnico com os clubes participantes ficou estabelecido para 15 de fevereiro, quando a FPF vai definir a forma de disputa, divisão de grupos e o regulamento. Até lá a entidade espera que os clubes que participaram da reunião, e até mesmo os que não tiveram presentes, confirmem, de maneira oficial, a presença na competição.

Vale lembrar que em 2021 o União Suzano e Matonense ficou com o vice. A dupla garantiu presença e vai disputar, a partir da última semana de janeiro, do Campeonato Paulista da Série A3 (Terceira Divisão).

- Advertisment -
Luiz Ademar
Jornalista formado, iniciei na Ex-Folha Metropolitana (Guarulhos), em 1991, onde me apaixonei pelo ``Futebol Caipira´´. Em 92, fui convidado para trabalhar no Diário Popular (que depois virou Diário de São Paulo) e rodar pelo Interior de São Paulo atrás de matérias especiais. Um festival de grandes histórias. Passagens pelo Lance, Globoesporte.com, Rádios Capital AM e Tropical FM, SporTV/PFC, Grupo Thathi, DAZN e MyCujoo. No jornal Arquibancada, de Curitiba, e no jornal Movimento, de Pirassununga, fui colunista com o ``Futebol Caipira´´