Léo Ortiz avalia campanha do Red Bull Bragantino e projeta quartas de final contra o Santo André

O Red Bull Bragantino, mais uma vez, garantiu vaga nas quartas de final do Campeonato Paulista como líder do seu grupo. Assim como nos dois anos anteriores em que disputou o torneio, desde o início da parceria entre o clube e a empresa de bebidas, teve como um de seus principais destaques o zagueiro Léo Ortiz.

Titular absoluto, o capitão do Massa Bruta participou de 11 das 12 partidas da fase de grupos da atual edição do torneio (foi poupado na última rodada) e atuou os 90 minutos em 10 rodadas. Com 10 desarmes, cinco interceptações, 52 rebatidas, 30 lançamentos e 22 viradas de jogo certas, além de aproveitamento de mais de 95% no índice de passes, o camisa 3 entrou para a seleção da fase de grupos do Paulistão, elaborada pelo site de estatísticas Footstats.

“Para mim, é muito importante esse dado porque significa que o trabalho está sendo efetivo. Sempre gostei de estatísticas e acredito que esses números nos ajudam a entender o jogo e a evoluir. Graças ao ótimo trabalho de toda a comissão técnica e dos meus companheiros, tivemos mais uma boa campanha na fase de grupos e vamos para mais uma disputa de quartas de final. Neste ano, queremos chegar mais longe e sabemos que temos condições de brigar de igual para igual com qualquer outro time pelo título´´, declarou o defensor.

Após terminar a primeira fase na liderança do Grupo D, com 20 pontos, o Red Bull Bragantino terá pela frente, nas quartas de final, o Santo André, que, com 15, terminou à frente do Santos (14) e Ponte Preta (9), que foi rebaixada para a Série A2. O duelo, disputado em jogo único, acontecerá na quarta-feira (23), às 19h (de Brasília), no estádio Nabi Abi Chedid.

“Desde sábado, quando tivemos a definição de que o Santo André seria nosso adversário, começamos a pensar no time deles. Temos que nos preparar bem e devemos entrar com muito foco. O Paulista é o estadual mais difícil do país e as oito equipes classificadas possuem muitos pontos positivos e condições de brigar por coisas melhores. Nosso time é maduro e estamos bem preparados para essa fase final´´, completou.

Líder do elenco dentro e fora de campo, referência técnica do time e, hoje, um dos principais defensores do futebol brasileiro, com direito a convocações recentes para a Seleção Brasileira, Léo Ortiz está em sua quarta temporada vestindo a camisa do Red Bull Bragantino. Até aqui, já disputou 136 partidas, sendo 133 como titular, e balançou as redes em oito oportunidades. Além disso, ajudou a equipe a sair de campo 46 vezes sem sofrer gols e, ao todo, foram 133 tentos tomados com ele em campo, o que representa uma média inferior a um por confronto (0,97).


Protagonista no Red Bull Bragantino

Revelado no Internacional e com passagens por Sport e Red Bull Brasil, Léo Ortiz chegou ao Massa Bruta, em 2019, para ser um dos pilares da parceria entre a empresa austríaca e o Bragantino. E não decepcionou. Logo no primeiro ano, foi um dos pilares da campanha do título da Série B do Brasileirão, ajudando o time não somente a terminar a competição com a defesa menos vazada, mas também contribuindo, com três gols, para que a equipe tivesse o melhor ataque do torneio.

Em 2020, o camisa 3 manteve o alto nível. No primeiro semestre, contribuiu para que a equipe terminasse a fase de grupos do Paulista com a melhor campanha geral e fez o gol do título do Troféu do Interior, na decisão, diante do Guarani. Já na boa campanha no Brasileirão, se destacou como o maior desarmador (46) e interceptador (25), dentre todos os defensores que disputaram a competição, segundo dados do Footstats. Além disso, marcou três gols, foi o terceiro da sua posição com mais finalizações (17) e terminou o torneio com uma baixa média de faltas cometidas (0,6).

Em 2021, Léo Ortiz evoluiu ainda mais. No Campeonato Paulista, entrou para a seleção da competição e foi fundamental para que a equipe terminasse a primeira fase com a defesa menos vazada, com apenas sete gols sofridos em 12 partidas.

No segundo semestre, Léo Ortiz foi um dos destaques do Red Bull Bragantino, que terminou o Brasileirão em sexto lugar e avançou à final da Sul-Americana. Nas duas competições, o zagueiro entrou para a seleção do campeonato. De quebra, ainda chegou à sua primeira convocação para a Seleção Brasileira, durante a Copa América, e foi lembrado novamente por Tite, em setembro, para partidas das Eliminatórias.

O fato, aliás, fez com que Léo Ortiz se tornasse o primeiro atleta do Massa Bruta a ser chamado para a seleção principal desde o início da parceria entre o clube e a empresa. Se contarmos toda a história do time de Bragança Paulista, o último atleta convocado havia sido Alberto Félix, em amistoso às vésperas da Copa do Mundo de 1994.

Nenhuma postagem para exibir