Surto de Covid-19 atinge 26 idosos de asilo de Penápolis

Assim que a pandemia teve início as visitas foram suspensas

Assim que a pandemia teve início as visitas foram suspensas

Vinte e seis idosos e quatro funcionários do Lar Vicentino de Penápolis (SP), a cerca de 40 quilômetros de Araçatuba, testaram positivo para Covid-19. No local são abrigadas 47 pessoas. Seis pacientes precisaram ser hospitalizados e dois deles estão na UTI da Santa Casa local.

De acordo com o presidente do lar, Aparecido Pedro da Silva, a doença entre os idosos foi descoberta no final de novembro, depois que um deles passou a apresentar sintomas. Aqueles que testaram positivo para Covid-19 foram isolados em uma ala, onde não há contato com os outros internos. Dos quatro funcionários que foram positivados para Covid, um já retornou ao trabalho e os outros três seguem em isolamento nas suas casas.

O presidente do Lar informou ainda que desde o início da pandemia, no ano passado, todas as visitas foram suspensas dentro do asilo. Desde que a pandemia do novo coronavírus começou, esta é a primeira vez que um número expressivo de idosos que vivem no Lar Vicentino é contaminado. No ano passado, um interno morreu em decorrência de complicações da Covid-19.

Jales

Em Jales, na região de São José do Rio Preto, 49 idosos do Lar dos Velhinhos São Vicente de Paulo testaram positivo para a doença e três morreram. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, quatro moradores da entidade precisaram ser internados na Santa Casa local. Três tiveram alta e um permanece internado.

Todos receberam a primeira, a segunda e a terceira dose das vacinas contra a doença. Sete funcionários do local também foram diagnosticados com Covid-19. Três estão curados e quatro seguem em isolamento domiciliar.

Nenhuma postagem para exibir