PS e UBS de Birigui passam a ser referência nos atendimentos de síndromes gripais

Os atendimentos foram oficializados como referência nesta sexta-feira (7)

Pronto Socorro Municipal e a UBS da Vila Bandeirantes passam a ser referências para os atendimentos de síndromes gripais - Foto: Divulgação

Em Birigui (SP), o Pronto Socorro Municipal e a UBS da Vila Bandeirantes passam a ser referências para os atendimentos de
síndromes gripais a partir desta sexta-feira (07). Gestores da pasta e do pronto socorro definiram juntos o plano de ação para o enfrentamento de casos respiratórios, associados à covid-19 e ao novo surto de gripe, que aumentaram nos últimos dias no município.

De acordo com a prefeitura, o quadro de funcionários do Pronto Socorro foi aumentado e os espaços físicos reorganizados para atendimento adequado, com acolhimento, testagem para os casos sintomáticos e consulta médica. Os atendimentos são feitos durante 24 horas por dia.

Já na UBS da Vila Bandeirantes, os atendimentos serão de segunda a sexta-feira, das 13h às 16h, mas é necessário ligar no 0800-570 7770 para fazer o agendamento. A equipe de atendentes está sendo reforçada para prestar as orientações necessárias aos munícipes e agendar as consultas.

Os atendimentos de pessoas com síndromes respiratórias aumentaram
após as festas de Natal e Ano Novo no pronto-socorro. Entre os dias 17 e 24 de dezembro foram feitos 501 atendimentos na unidade. Já entre os dias 25 e 31 de dezembro foram 963 atendimentos. Entre os dias 1º e 3 de janeiro foram 535 atendimentos. Birigui contabiliza 612 mortes e 20.876 casos positivos desde o início da pandemia.

Penápolis

Em Penápolis (SP), também devido ao aumento de casos positivos de Covid-19 no município, será mantido o atendimento da população no Núcleo de Atendimento Pós Covid-19, que funciona na Macro de Saúde II, o popular “Postão”. A prefeitura renovou por mais três meses o contrato dos profissionais especializados que atuam nesse serviço.

O Núcleo de Atendimento Pós Covid-19 oferece suporte, monitoramento e auxílio no tratamento de pessoas que foram contaminadas pelo coronavírus e desenvolveram sequelas e demais fragilidades ocasionadas pela doença. Para a implantação do Núcleo, a prefeitura contratou por meio de licitação pública, profissionais específicos das áreas de Fisioterapia, Terapia Ocupacional e Psicologia.

Os demais profissionais, como médicos, enfermeiros, nutricionista e administrativos, são do quadro de funcionários da prefeitura.

Nenhuma postagem para exibir