Bombeiro de Araçatuba morre depois de anestesia para cirurgia

O soldado Diego Henrique Mansani Barros morreu nesta quarta-feira (8) durante uma cirurgia

Diego Henrique Mansani Barros, 34 anos, do Corpo de Bombeiros de Araçatuba

O soldado Diego Henrique Mansani Barros, 34 anos, do Corpo de Bombeiros de Araçatuba (SP), morreu ontem no Hospital Unimed, por complicações após receber anestesia geral para ser submetido a uma cirurgia. O 20º Grupamento de Bombeiros divulgou nota lamentando a morte.

 O hospital informou que o paciente apresentou uma espécie de alergia ao anestésico. Ele teria recebido todo o suporte emergencial, mas não resistiu.

 Segundo a nota assinada pelo comandante do 20º Grupamento dos Bombeiros, major Renato Neves Rodrigues, o soldado Barros tinha 10 anos de serviços prestados ao Corpo de Bombeiros, era solteiro e pertencia ao Efetivo Operacional do Estação de Bombeiros de Araçatuba.

 O corpo será velado na Capela da Cardassi na avenida Saudade, a partir das 7h de hoje. O enterro está previsto para as 17h, no cemitério da Saudade, em Araçatuba.

Nenhuma postagem para exibir