Vídeo | Araraquara faz blitz para identificar quem furou lockdown e promete multa de até R$ 6 mil

Blitz foi realizada nesta segunda-feira (15) para identificar quem saiu de casa sem necessidade; cidade confirmou 12 casos da cepa amazônica do covid-19

Continua depois da publicidade

Depois de confirmar a presença da variante de Manaus entre seus moradores e decretar lockdown na cidade, a prefeitura de Araraquara realizou uma blitz nesta segunda-feira (15) com objetivo de verificar pessoas circulando pelas ruas da cidade. A administração ainda não informou quantas pessoas foram multadas.

A cidade publicou um decreto no qual estipula que o direito de ir e vir está restrito, além de uma série de outras medidas com objetivo de conter a pandemia na cidade. A cidade tinha confirmado casos envolvendo a cepa britânica e a de Manaus, mas o governo do Estado, após nova análise, descartou a presença da variante do vírus do Reino Unido.

Só pode sair para a rua quem de fato precisa ir a algum serviço considerado essencial, como supermercados e farmácias. Há ainda restrição severa de horários para funcionamento.

No decreto, feito pelo prefeito Edinho Silva (PT), existe a punição com multa para quem descumprir a lei. O valor é de R$ 120 para pessoas físicas e até R$ 6 mil se o descumprimento for feito por alguma empresa.

Caos

A medida foi decretada depois que 12 casos da variante de Manaus foram confirmados na cidade. A prefeitura faz o estudo dos casos para identificar se as vítimas estiveram em Manaus ou em contato com pessoas que vieram do Amazonas.

Araraquara tem 12,2 mil casos de covid-19 e 148 mortes. Na tarde desta segunda-feira, a ocupação dos leitos de enfermaria e de Unidade de Terapia intensiva eram de 100% e a cidade teve que mandar pacientes para outros municípios da região.