Prefeitura de Ribeirão cria projeto para repasse de R$ 17 milhões ao PróUrbano

O valor é justificado pelas perdas na arrecadação monetária que o transporte coletivo urbano teve desde o início da pandemia da Covid-19

Ônibus em ponto de Ribeirão Preto - foto: Arquivo Grupo Thathi

Um projeto da Prefeitura de Ribeirão Preto criado para o repasse de R$ 17 milhões ao PróUrbano foi recebido pela Câmara de Vereadores durante sessão ocorrida nesta quinta-feira (27).

O valor é justificado pelas perdas na arrecadação monetária que o transporte coletivo urbano teve desde o início da pandemia da Covid-19. A necessidade do aumento da frota de veículos em circulação também é apontada como uma justificativa.

“Me espanta o valor porque revela que a prefeitura tem dinheiro em caixa. Me espanta ainda mais o fato do prefeito entender que a prioridade são as empresas de ônibus e não os leitos de UTI, fato que assola a nossa população no momento. Dinheiro suficiente para manter mais de 400 leitos ativos por 12 meses”, afirmou o vereador Lincoln Fernandes (PDT).

Por não ter sido feito um pedido de urgência, o projeto ainda não possui uma data definida para ocorrer a votação.

Greve dos motoristas

Nesta segunda-feira (24), os motoristas de ônibus de Ribeirão Preto decretaram greve devido um atraso no pagamento do vale, previsto para o dia 20 de maio, e também o atraso na vacinação dos trabalhadores contra a Covid-19, problema já resolvido pela prefeitura.

O PróUrbano propôs acertar o pagamento no quinto dia útil de junho, o que foi rejeitado pela categoria. Atualmente, os serviços de transporte estão paralisados devido ao decreto de contenção da Covid-19 da cidade.

Nenhuma postagem para exibir